"É mais fácil acreditar no arrependimento do eleitor, que no remorso do político." (Ediel)

"O Brasil já não tem para quem gritar "fora", fora o eleitor burro." (Leandro Flores)

Pesquisar neste blog ou na Web

MINHAS PÉROLAS

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Guerra Branca! (Por que matar um leão todo dia?)







PENSAMENTO

GUERRA BRANCA! ("Por que matar um leão todo dia"?)

Por Claudeci Ferreira de Andrade
          Por que matar um leão todo dia se não sou Sansão? Sou apenas um velho professor e um professor velho, e no professorado é assim!: "A suprema arte da guerra é derrotar o inimigo sem lutar."(Sun Tzu).
          Já pratico, desde muito tempo, essa arte, no Sistema Educacional. E me parece que está dando resultados positivos, pois ainda não matei, não morri, só estou defendendo meu pão de cada dia! Às vezes, sinto-me útil outras vezes não, mas sempre, no final de cada tarde, com a consciência pesada, como quem matou alguém. Minha palavra é minha arma branca, procuro ser o mais claro possível. Sempre responsável pelo que digo, mas nunca pelo que entendem. Então querem saber o que digo? Leiam minhas crônicas, nelas estão todas as minhas experiências relatáveis. TALVEZ AJUDE ALGUÉM, SE NÃO, PELO MENOS, PARA DIZER COMO NÃO FAZER, COMO NÃO SER E COMO NÃO APRENDER. NINGUÉM PODE IMPEDIR QUE EU CONTE O QUE ACONTECEU COMIGO, APENAS TENHA CUIDADO PARA NÃO TROPEÇAR NAS COVAS PROFUNDAS DE MINHAS "PISADAS".
          Eu sei por experiência própria o que é ASSÉDIO MORAL! É a exposição dos trabalhadores a situações humilhantes e constrangedoras, de um ou mais chefes desestabilizando a relação da vítima com o ambiente de trabalho. Sofro todos os dias não só por parte dos gestores, mas também pelos clientes (alunos e pais de alunos) e colegas de trabalho. Portanto meu comportamento desajustado ao da maioria pode ser ainda uma expressão de minha revolta, contudo não tenha medo de minha vingança, minha guerra é branca! E só me calarei quando ver meu inimigo errando, então silenciosamente, como quem espreita, estarei na torcida pelo sucesso de lei da causa e efeito; a natureza lutando a meu favor. Por conseguinte não preciso matar nenhum leão literalmente por dia, somos parceiros naturais, bastando apenas ser vítima. Assim me faço também natureza depredada.
Claudeko
Publicado no Recanto das Letras em 20/09/2009
Código do texto: T1821607

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (autoria de Claudeci Ferreira de Andrade,http://claudeko-claudeko.blogspot.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Comentários



Postar um comentário