"Lembrar é fácil para quem tem memória. Esquecer é difícil para quem tem coração." (W. Shakespeare)

"Se me esqueceres, só uma coisa, esquece-me bem devagarinho." (Mario Quintana)

Pesquisar neste blog ou na Web

MINHAS PÉROLAS

sábado, 17 de novembro de 2012

A EDUCAÇÃO TEM JEITO (Cabe à escola acompanhar a evolução dos tempos para canalizar o interesse dos que querem crescer.)



Crônica

A EDUCAÇÃO TEM JEITO (Cabe à escola acompanhar a evolução dos tempos para canalizar o interesse dos que querem crescer.)

Por Claudeci Ferreira de Andrade

          Foi uma tarde prazerosa, aquela na Praça Criativa, onde estavam expostos valiosos trabalhos manuais e pesquisas: Mostra Pedagógica/2012! Vivi alguns minutos de profunda reflexão sobre o sistema educacional e o procedimento das unidades escolares do município de Senador Canedo. Pareceu-me que certas ações foram programadas para atender ao convite da Secretaria só na ocasião do evento. Coisas de profissionais! Outras eram dignas de elogios pela simplicidade e originalidade: a cara dos nossos bons alunos! E no geral, pela a heterogeneidade e a pompa, entendi que havia uma disputa para mostrar quem faz melhor: uma guerra santa! Por onde passei, queriam cada qual que eu entrasse no seu quiosque, nunca me senti tão bem-vindo, explicavam-me alguma coisa, tentado ser melhor que a concorrência, foi divertido sim, mas não deixou de ser cultural!
          Ali, cada estande estava representando uma escola municipal. Mas, cá, no Colégio João Carneiro dos Santos, no dia seguinte, revivi as mesmas emoções. Tive nova oportunidade para fazer as mesmas reflexões! Não tínhamos os patrocinadores generosos daquele grande evento, porém, tínhamos, num espaço menor, na quadra de esporte, cada fileira de mesinhas representando uma turma, espaço suficiente para o show.
          A "I Feira de Ciência, Meio Ambiente e Tecnologia do JC", sob o comando e a liderança de quem se mostrou competente demais para ser desprezado, o professor de Geografia, Janailson Machado, com o jeito de quem não acreditava muito, porém mostrou serviço e dignidade. Fiquei impressionado com a atuação e o compromisso dos alunos que nem pareciam aqueles meus alunos, dominavam seus assuntos! O sucesso foi tamanho que ficaria vergonhoso demais se algum dos colegas recusasse a contribuir. Por último, todos nós e até a liderança do colégio sentiu a necessidade de se infiltrar para compartilhar dos méritos.
          Sim, todavia cá com meus botões, agora creio que a Educação tem jeito. Com iniciativas como a da Secretaria Municipal de Educação e até a criatividade e bravura solitária do nobre colega, no entanto atrativas e envolventes, criando uma interdisciplinaridade promissora, de um que seja, já faz a diferença tão esperada. Se há eventos para mostrar, é porque tem o que se mostrar. E se ainda não tem o que mostrar, faça e mostre! Endossamos as palavras do professor Clodoaldo Ferreira: "pensar educação é compreender a dinâmica social como algo mutável, em intensa transformação, sempre em movimento. As identidades são híbridas, cambiantes, negociáveis, múltiplas e contraditórias." ( DM, 15/06/2012, OP. pág. 6). Podemos chamar hoje essa tendência de "transdisciplinaridade".
          As pessoas só aprendem o que querem aprender, então cabe à escola acompanhar a evolução dos tempos para canalizar o interesse dos que querem crescer.          
Claudeko
Enviado por Claudeko em 15/06/2012
Reeditado em 17/11/2012
Código do texto: T3726036
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (autoria de Claudeci Ferreira de Andrade,http://claudeko-claudeko.blogspot.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Postar um comentário