"O amor com fé suplanta toda depreciação." (Alessandro de Oliveira Feitosa)

"Na desvalorização do passado está implícita uma justificativa da nulidade do presente."(Gramsci)

Pesquisar neste blog ou na Web

MINHAS PÉROLAS

sábado, 8 de dezembro de 2018

DEPRECIAÇÃO ("O desmerecimento é a forma mais medíocre e consoladora que o ignorante encontra para se iludir que diminuiu o sábio".— Heitor Leandro)



Crônica

DEPRECIAÇÃO ("O desmerecimento é a forma mais medíocre e consoladora que o ignorante encontra para se iludir que diminuiu o sábio".— Heitor Leandro)

Por Claudeci Ferreira de Andrade

           Um indicador da falta de perspectiva de futuro para a educação não está na "fraca metodologia do professor, sua voz rouca ou aparência desalinhada; está sim no comportamento e nas conversas inconvenientes do alunado. Eles não se interessam nem mesmo quando o professor passa um filme literário, feito por um cineasta profissional e atores lindos e quase perfeitos. Superprodução cinematográfica desprezada pelos olhares caolhos dos vistos como promissores! "O Desmerecimento é o mais ingrato dos sentimentos, por não valorizar as coisas dos outros..." (zelosilva).
            Presenciei essa improdutividade em várias situações de ensino/aprendizagem nos eventos da escola. E desta vez, tentando estudar o Romantismo brasileiro e as questões machistas, em uma aula de literatura, com o filme Inocência de Walter Lima Junior: um cineasta brasileiro, bacharel em Direito pela Universidade Federal Fluminense. Também atuou na direção de diversos documentários para a televisão brasileira. Mais...Chico Diaz, Fernando Torres, Fernanda Torres, Edson Celulari.
           Nem ameaçando que dali seriam tiradas as questões da prova para aquele bimestre, nada os tira da letargia. Na ocasião, foi distribuído no lanche uma canjica, o balde de devolução estava cheio de copos ainda cheios que iam para o lixo. Então, aproveitei o fato para falar das dádivas também desprezadas por aqueles que eu pensei ir ali para comer, já que estudam pouco. Que tamanho é a preocupação do sistema em resolver essa situação calamitosa?
            QUEM DESFAZ NÃO CONSTRÓI ...Você "ouviu pouco" nessa aula, por que a aula é de graça, os seus colegas não o deixaram ouvir muito. O mal sempre vence o bem por ser maioria. E eu ali apático sem repertório novo para lhes chamar a atenção. Também não consigo pensar criativamente em meio a bagunça! "Quando você se expressa, faz disso um valor ou desvalorização própria." (Gabriela Stacul). Meu medo me calou muitas vezes.
           Aproveitaram o reboliço na distribuição do lanche para ficar fora  da sala, esse é um recurso que eles sempre usam para dizer à coordenadora que o professor é ruim. Mas, se nem sabe ser aluno, vai saber o que é ser professor bom? Esse comportamento é característico do tipo de aluno que é... relapso, irresponsável e inconsequente. Com certeza não vai longe. Tenho dito isso e redito. Pois é o caso de muitos! Os carentes de atenção, por querer muito ser vistos, também não param dentro da sala de aula, ainda mais quando, o professor não compactua com sua carência. Precisam se mostrar, ficam na porta da sala o máximo que podem! "Expor seus subordinados a situações de inferioridade, desrespeito e desprestígio é uma alternativa sem volta, rumo ao declínio e fracasso da sua liderança." (Alison Aparecido Ferreira).
           Por revolta, eu me esqueço deles. E sempre fui revoltado com marginal disfarçado de aluno. Mas, adoro meus bons alunos! E vi muitos com saudades da escola. Sempre dizem que era um tempo muito bom. Os outros nem parece que se importam em reviver as causas dos atuais sofrimentos! Já se acostumaram tanto que os calos fizeram-nos felizes por serem infelizes conscientes.
Kllawdessy Ferreira

Comentários
Enviado por Kllawdessy Ferreira em 12/05/2017
Reeditado em 08/12/2018
Código do texto: T5997474 
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (autoria de Claudeci Ferreira de Andrade,http://claudeko-claudeko.blogspot.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

sábado, 1 de dezembro de 2018

CRITÉRIOS DE UM BOM GOVERNANTE ("O primeiro método para estimar a inteligência de um governante é olhar para os homens que tem à sua volta." — Maquiavel)



Crônica

CRITÉRIOS DE UM BOM GOVERNANTE ("O primeiro método para estimar a inteligência de um governante é olhar para os homens que tem à sua volta." — Maquiavel)

Por Claudeci Ferreira de Andrade

            Aluno brigando por maior nota em sua redação, quem não sabe fazer um bom texto, vai saber avaliar os critérios de correção? Aí, outro da letra "garrancheira" ilegível encheu as trinta linhas, eu dei 10, vai que é um ser evoluído demais com cultura interestelar e a culpa está em mim por não saber corrigir o trabalho dele.

            E há quem me elogie: "Verdade, valorizar é estímulo para evoluir, parabéns mestre"! Eu apontei esses dois extremos pensando nos eleitores da esquerda. Domados e viciados nos programas sociais do governo manipulador. "Se os porcos pudessem votar, o homem com o balde de comida seria eleito sempre, não importa quantos porcos ele já tenha abatido no recinto ao lado. (Orson Scott Card)
           Hoje, conheci o novo Ministro da Educação do governo Bolsonaro, dizendo que defende a “preservação de valores tradicionais" da família e das crianças, o seu foco é a aprendizagem. antiesquerda, anticotas e pela a escola sem partido. Gostaria de dizer-lhe que a qualquer empreendimento ombreado, se me convida, ou me ordena, ou me manda, deve-se primeiro fazer uma avaliação das perdas e dos ganhos bem elucidada, é fundamental para o desenvolvimento dos trabalhos e das relações. Aproxima-se o momento de um novo governo, como nunca dantes, selar tudo, com o aval da maioria. "Desfazer o normal há de ser uma norma." (Manoel de Barros). Sou brasileiro e ainda não perdi meu amor próprio. Mas, também, terei o cuidado para não me deixar dominar pelo orgulho...
           A esquerda ainda reclama e bafora como é de costume aos perdedores. Parece-me que eles não querem o crescimento, pois hão há outra forma de desenvolvimento sem mudança. "A educação é um processo social, é desenvolvimento. Não é a preparação para a vida, é a própria vida." (John Dewey).
Kllawdessy Ferreira

Comentários
Enviado por Kllawdessy Ferreira em 06/05/2017

Reeditado em 01/12/2018
Código do texto: T5991614 
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (autoria de Claudeci Ferreira de Andrade,http://claudeko-claudeko.blogspot.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

sábado, 24 de novembro de 2018

COMPATIBILIDADE ("Igualdade de valor jamais deveria ser confundido com similaridade de naturezas. Homem e mulher são seres distintos e complementares; não iguais!"—Reinaldo Ribeiro - O Poeta do Amor)



Crônica

COMPATIBILIDADE ("Igualdade de valor jamais deveria ser confundido com similaridade de naturezas. Homem e mulher são seres distintos e complementares; não iguais!"—Reinaldo Ribeiro - O Poeta do Amor)

Por Claudeci Ferreira de Andrade

            Hoje, O mais importante para mim é conhecer pessoas que estejam em muita sintonia com minhas ideias. Sei que é muito difícil encontrar pessoas que tenham a mesma visão de mundo que a nossa. Mas, é como disse Marcel Proust: "O que reúne e atrai as pessoas não é a semelhança ou identidade de opiniões, senão a identidade de espírito, a mesma espiritualidade ou maneira de ser e entender a vida." Se eu encontrar alguém assim, não deixarei que essa pessoa se afaste e propiciarei um contato maior. É ótimo conviver com pessoas essencialmente iguais a nós. "O Princípio da Correspondência em seu último grau, revela à Onisciência Divina" (Lucas M.)

           Tudo me sugere esperança, porém escolhi ficar mergulhado fundo nas águas intensas do romance e do amor, pois não tenho de outro lugar para extrair a força criadora do novo. Sinto saudades como disse Idson Comunica: "Saudades do tempo em que a união era por amizade, amor, compatibilidade e não pela política !" Minha vida, por exemplo, já está muito sem graça. Então, preciso urgentemente de fertilidade, de intuições poderosas, de ligações profundas com a fonte da criação. O meu maior demônio é a insegurança e o conflito de interesses, mas vou enfrenta-los com democracia. Apesar de "A democracia dar a entender uma equivalência de poderes. Como? Se o mundo está impregnado de imoralidades, de egoísmo, além da ausência de humanidade." (JAILTON SILVA). Nesses períodos de lua cheia viro o “bicho”, tudo vai dar certo. É lógico que vou me encontrar com pessoas interessantes que poderão ser de muita utilidade num futuro bem próximo. Mas... na verdade é que estou como Diego Alonso:  "Estou sempre a procura de uma boa analogia que exageradamente defina meus sentimentos."
Kllawdessy Ferreira

Comentários
Enviado por Kllawdessy Ferreira em 06/05/2017

Reeditado em 24/11/2018
Código do texto: T5991097 
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (autoria de Claudeci Ferreira de Andrade,http://claudeko-claudeko.blogspot.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

sábado, 17 de novembro de 2018

AUTOVALORIZAÇÃO ("Enquanto tu não tiveres a autovalorização, maior será o desprezo contra ti." — João Alfredo Tchipilica)



Crônica

AUTOVALORIZAÇÃO ("Enquanto tu não tiveres a autovalorização, maior será o desprezo contra ti." —João Alfredo Tchipilica)

Por Claudeci Ferreira de Andrade

            Hoje, uma sexta, começam as avaliações institucionais, eu já tinha me preparado para trabalhar no sábado, e agora pedindo a Deus meu perdão antecipado, porém vou descansar como diz o mandamento, ainda que nos braços do capeta. Uma vez que as responsabilidades não podem ser transferidas para "Segunda", então... Nem sempre estou no controle das situações. Que venham as consequências a quem é de direito! Comecei pedindo ajuda para abrir a página da avaliação funcional, pois demora muito! Lendo e refletindo nos quesitos, atribuí valor 10 por meu desempenho. Em todos dez, nenhum zero, porque os itens de avaliação parecem me pedir ajuda! São tópicos culturais e técnicos, revigoraram a lembrança de minha rotina; detonam meus ânimos. Todavia, também foi possível me deixar envolver pela preguiça, o "ócio criativo", depois que tomei a atitude de não pensar demais, só sentir. Uma questão responde a outra. É princípio de bom senso, dê-me a nota que você deseja ter. A minha é dez.
            Na vida, sempre dei mais atenção para quem eu amo, mas agora jamais me esquecerei de investir em mim mesmo. Simplesmente, não foi possível conciliar as duas coisas. "Quanto mais nos elevamos, menores parecemos aos olhos daqueles que não sabem voar." (Friedrich Nietzsche). Como posso amar o próximo se não amo a mim mesmo? Então preciso desenvolver minha habilidades e trazer à tona todo o meu potencial justificando minha autoestima aflorada. Por isso, devo demonstrar meu amor por eles com outra intensidade!
          Não é porque eu não tenho em meu currículo o mínimo necessário aos cargos que almejo que devo me sentir menos ser humano. Eu estou consciente de meus limites e potencialidades. Alguma aresta está me impedindo de progredir em alguns casos. Contudo, vou amadurecer e atender de fato as pessoas sem perder o equilíbrio! Aconselha-me Abraham Lincoln: "Não se preocupe quando não for reconhecido, mas se esforce para ser digno de reconhecimento."
           Estou aproveitando o final de semana prolongado para abraçar com criatividade as demandas do trabalho, sempre disposto a contornar diferenças ideológicas, evidenciadas pela tensão na área comunicativa. Terei êxito. Mas, terei que voltar a atenção para mim mesmo e para minha aparência. Pois na avaliação institucional consta este item. Tenho que cuidar mais de meu corpo, minhas roupas, e sempre me apresentar bem quando for a alguma atividade social, desde passeio com amigos a jantares formais. Chegou meu momento de ser reconhecido por meu potencial ou narcisismo. Será se vale a pena?
Kllawdessy Ferreira

Comentários
Enviado por Kllawdessy Ferreira em 05/05/2017
Reeditado em 17/11/2018
Código do texto: T5990418 
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (autoria de Claudeci Ferreira de Andrade,http://claudeko-claudeko.blogspot.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

sábado, 10 de novembro de 2018

CIRCUNSPEÇÕES ("O tempo não cura nada, o tempo apenas tira o incurável do centro das atenções." (Martha Medeiros).



Crônica

CIRCUNSPEÇÕES ("O tempo não cura nada, o tempo apenas tira o incurável do centro das atenções." (Martha Medeiros).

Por Claudeci Ferreira de Andrade

            Hoje, um daqueles dias em que acordamos triste sem saber o que aconteceu, ESTOU NESSA! Sinto uma onda de sensibilidade, fazendo-me mais introspectivo, então suspeito que sou eu com minhas necessidades da alma, sofrendo os efeitos de alguma atitude impensada. Vou tentar articular entre as áreas espiritual e emocional para amenizar. Será se eu não mereço compreender mais claramente a complexidade de meus próprios sentimentos! Estaria esse mal-estar relacionado aos males da alma ou a fragilidade da alma não é má. Oxalá esteja ela procurando uma saída, cura e subsídio. Esta é mais uma crise existencial do poeta? Preciso de aconselhamento, um amigo, uma mão estendida, em suma eu quero algo além de coisas materiais e palpáveis: uma alma gêmea: Um motivo para o sofrimento com um lado bom!
"- Eu amo o mundo! Eu detesto o mundo! Eu creio em Deus! Deus é um absurdo! Eu vou me matar! Eu quero viver!
- Você é louco?
- Não, sou poeta."
(Mario Quintana)
             Diante desta instabilidade devo organizar minhas finanças. Pois tenho que pensar em maneiras de estabelecer novos ganhos. Véspera de aposentadoria! Por isso mesmo, agora que as coisas estão tomando um novo rumo em minha vida e, lógico, devo tratar de assuntos que se refiram a investimentos a médio e longo prazo. "A VIDA TEM BULA, COM INFORMAÇÕES TÉCNICAS, PRECAUÇÕES, CONTRA INDICAÇÃO E EFEITOS COLATERAIS" (elosilva). Os comentários aqui no Facebook, alertam-me também quanto a uma fase delicada para a exposição de minha imagem, um idoso não pode se expor assim abundantemente, o que pede uma postura reservada e financeiramente controlada. Então vou tornar este momento em um motivo para contenção de gastos e questionamentos. O que foi acertado pode ser revisto, e algumas amizades distantes voltarão para isso. Tenho medo! "As amizades renovadas exigem mais cuidados do que aquelas que nunca foram interrompidas." (François La Rochefoucauld).
             Na verdade, estou com o faro mais poderoso! Ótimo para expor um assunto difícil e delicado numa reunião de trabalho. Porque quando estou instável também estou forte e decidido. Meu segredo é que conto com a experiência das pessoas! E o meu futuro planejado parece estar ficando cada vez mais perto. Mesmo que minha rotina passará por algumas modificações, envolvendo mais tarefas e trabalhos, mas com certeza serão muito benéfica. "O que mata é envelhecer percebendo que teve uma vida de cautelas, baseadas em suposições frágeis que, se concretizadas, não passam de meros pedregulhos que caíram no seu caminho justamente por você ficar parado." (Matheus Lara).
Kllawdessy Ferreira


Comentários
Enviado por Kllawdessy Ferreira em 29/04/2017
Reeditado em 10/11/2018
Código do texto: T5984662 
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (autoria de Claudeci Ferreira de Andrade,http://claudeko-claudeko.blogspot.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

sábado, 3 de novembro de 2018

TRANSIÇÃO ("Nos momentos de transição e crise, o grau de serenidade define os destinos..." — A.P. Abranches)



Crônica

TRANSIÇÃO ("Nos momentos de transição e crise, o grau de serenidade define os destinos..." — A.P. Abranches)

Por Claudeci Ferreira de Andrade

           Hoje, com a certeza do novo presidente da república brasileira, vou desancorar o barco e deixá-lo correr nestes próximos anos. Vou dar uma ajudinha para que as mudanças se estabeleçam o mais rápido possível. Não se pode crescer sem o efeito da mudança. Estou super aberto para entender e aceitar as críticas dos ganhadores e dos perdedores, mas fico sempre atento aos que se aproximam querendo apenas receber e não trocar ideias! Preciso me afastar também dos mascarados, manifestantes que sorriem demais e gritam por permanência, mas só gritam, e este grito não acelera o crescimento. Como disse apropriadamente M.M.Soriano: "A personalidade do palhaço sai com água." Até o médium Chico Xavier profetizou sobre este momento de clareza a respeito das pessoas e da comoção social, falando do futuro do Brasil. Estou cansado desta tal zona de conforto, e também não quero ser massa de manobra de sindicato algum, fazendo "lobby" por suas "honoris causas". "A esquerda é boa para duas coisas: organizar manifestações de rua e desorganizar a economia." (Humberto Castello Branco).
            Logo hoje, um dia de vitória, até que seria propício para eu viver a vida social e aproveitar o máximo a companhia das pessoas comemorando nas ruas. Mas, é um dia de trabalho! Como posso aceitar convites e promover encontros com meu grupo, ninguém disponível, todos estão trabalhando. Estaria eu pensando em parcerias! Estou lhes sugerindo os prazeres associados à comunicação no círculo pessoal, por termos interesses comuns: a mudança! Todavia, exatamente hoje, por estar mais aberto para as pessoas, complico-me! Pois estou sensível a reação de vocês. Meio desconfiado, tenho que me afastar de pessoas manipuladoras, aquelas que não assumem suas culpas.
           Como antever este período de crescimento? Preciso melhorar meu cotidiano com atitudes mais sensatas. O Brasil será grande o quanto o for cada brasileiro. Enquanto estão dizendo que o regime politico agora é ditadura. Eu racionalizo: sou o meu pior inimigo, tenho dentro de mim uma voz que é mais desejada do que a voz de Deus, ou qualquer anjo, ou mulher. A voz pode confortar e convencer-me contra qualquer ensino ou advertência. Esta voz está comigo vinte e quatro horas por dia e sempre me diz o que eu quero ouvir e acreditar. Isso me ajuda a tomar mais decisões. Eu estou deixando de ser otário!  "Eu sou um experimento, nada certo, nada definido, tudo em estado de transição." (Tumblr). E minha transitividade é uma ditadura!        
Kllawdessy Ferreira

Comentários
Enviado por Kllawdessy Ferreira em 28/04/2017
Reeditado em 03/11/2018
Código do texto: T5983460 
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (autoria de Claudeci Ferreira de Andrade,http://claudeko-claudeko.blogspot.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

sábado, 27 de outubro de 2018

INDOLÊNCIA ("A vida nos ensina que a grande malandragem é ser otário." — JBruno)



Crônica

INDOLÊNCIA ("A vida nos ensina que a grande malandragem é ser otário." — JBruno)

por Claudeci Ferreira de Andrade

            Cabelos brancos não indicam necessariamente sabedoria. Muitos idosos apenas têm só idade e muita burrice. "A displicência agregada a suposições são armas da ignorância." (Manami Leticia Tamogami). Os velhos continuam vivendo como se não houvesse internet, os jovens a usam apenas para o lazer. Poucos são consumidores conforme o grande objetivo da rede mundial de dados. Aos contribuintes, estudantes e pesquisadores, meus parabéns! Porém, nem o feitiço das novas tecnologias é capaz de tirar a massa do senso comum! Os desatualizados preservam seu arsenal de boatarias, enquanto cá na internet convivemos com um bombardeio de informações úteis e em velocidade incrível. Para os aversos, impera a iniciativa da ignorância ou a estagnação. A pior coisa que podemos contemplar neste mundo é um tolo com iniciativa, por isso tem tanta gente vazia tentando aparecer.
             Disse a amiga Louise Gonçalves Rodrigues: "Nunca se teve tanta informação e tantas pessoas sem conhecimento!" Na verdade, amiga, pouco se interessam, pois a maioria deles acham uma perca de tempo ou não sabe manosear um computador. Mas, será se a internet conseguiria estragar o Albert Einstein, Thomas Edison, Salomão, Jesus Cristo etc. ? A tal juventude semianalfabeta, a dita moderna, tem preguiça de ler e selecionar o que é bom na net? E os aposentados tem preguiça até de ligar o computador. Eu os compreendo, não querem saber para não ter responsabilidade. Ler para quê, nê? Isso, faz qualquer um pensar, e pensar com um cérebro desordenado dói! Como confirma Eanes A. de Souza: "O comodismo nos faz covardes quando a mesmice é a indolência."
           Indo um adolescente preencher uma ficha para emprego, perguntam-lhe: — Qual é sua profissão? E ele responde que é estudante! Mas, estudante é quem estuda! Ser aluno é outra coisa: basta está matriculado em uma unidade escolar qualquer! Lá tem esse tipo, preso por iscas. E já analisou Vilma Galvão: "Não espere responsabilidades de quem nasceu para vadiagem!".
Kllawdessy Ferreira

Comentários
Enviado por Kllawdessy Ferreira em 15/04/2017
Reeditado em 27/10/2018
Código do texto: T5971581 
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (autoria de Claudeci Ferreira de Andrade,http://claudeko-claudeko.blogspot.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.