"Não é o significado da vida, mas o sentido dela." (May Iakulo)

"Que eu não aprenda o significado da vida, no ultimo minuto do segundo tempo." (Day Anne)

Pesquisar neste blog ou na Web

MINHAS PÉROLAS

sábado, 31 de dezembro de 2016

ALÉM DA CONSCIÊNCIA, A IMAGINAÇÃO (MINHA VOZ INTERIOR É CHORO DE CRIANÇA.)


ALÉM DA CONSCIÊNCIA, A IMAGINAÇÃO (MINHA VOZ INTERIOR É CHORO DE CRIANÇA.)

Por Claudeci Ferreira de Andrade

            EU SOU O MEU pior inimigo! Gritos no meio da noite me chamam, ouço meu próprio nome como se fosse fantasmas para me acordar. Antão fico a ouvir, dentro de MIM, uma voz que é mais desejada do que a voz de Deus ou qualquer anjo ou homem. A voz pode confortar e convencer-ME contra qualquer ensinamento ou aviso. Esta voz está com COMIGO 24 horas por dia e sempre diz o que QUERO ouvir e acreditar. ELA ME AJUDA a tomar a maioria das decisões. EU SOU um tolo! "Quem se ensina a si mesmo tem um tolo como professor". (Benjamin Franklin)
            Se você quiser concluiu que a voz da consciência é a voz de Deus é porque apreendeu todas as suas dimensões, pelo menos na imaginação. Quem poderá dizer que Deus é um ser incompreensível para a mente humana, pode até sê-Lo num estado de separação. O inconsciente do homem percebe tudo, e a imaginação é sua extensão.
           Hoje, eu descobri um pedófilo da criança que vive em mim. Conheço bem essa criança e a amo muito, ela representa meus desejos e projeções de infância. Mas há um tempo que eu não a conheço, quando ela me TRAZ À TONA um momento ruim Do passado. Quando eu a tomo em meus braços é como se eu estivesse abraçando as responsabilidades e angústia do momento presente em dobro. Aí, tudo fica mais complexo quando eu tento educar essa criança, ela não acredita em mim. Meu inconsciente encontrou uma maneira de me dizer que meu cérebro está trabalhando com alguma dificuldade em minhas relações responsáveis: entre mim e eu. Sinto que esta criança está fora de controle, estou tentando trazê-la de volta sob controle, mas a isca AQUI sou eu, JÁ não muito atraente. Enfim, esta criança fui eu ontem, e ela é uma criança adulta hoje, então me arrependo deste pecado comum. COMO EU, todos, em algum momento, abusam de sua criança interior. Neste último dia do ano, a presença lunática desta criança que eu mesmo estou amassando aqui dentro, faz um buraco negro em minha vida. SEM ALENTO E abusada. MINHA VOZ INTERIOR É CHORO DE CRIANÇA. Em 2017 vou tornar-me mais aberto à experimentação, enquanto exercendo o meu eu integral e essencial. Em vez de celebrar o Ano Novo no meio do zumbido dos meus ouvidos, eu estou procurando um ambiente mais acolhedor. Preciso aprender a desfrutar dos prazeres na simplicidade .... Em 2017, espero que você olhe também para dentro de si mesmo, Talvez haja uma criança com fome e magra.
Kllawdessy Ferreira

Comentários


Enviado por Kllawdessy Ferreira em 01/06/2009
Reeditado em 31/12/2016
Código do texto: T1627043
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (autoria de Claudeci Ferreira de Andrade,http://claudeko-claudeko.blogspot.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

domingo, 25 de dezembro de 2016

CIRCUNSPEÇÃO (“Melhor um prevenido do que um arrependido”.)


Crîonica poética

CIRCUNSPEÇÃO (“Melhor um prevenido do que um arrependido”.)

Por Claudeci Ferreira de Andrade

           Hoje, exatamente no dia do Natal, depois de um sono perturbado com os muitos estampidos dos fogos dos foliões. Minha cabeça não quer acomodar-se ao travesseiro. No meio da noite escura, forçado a olhar para trás, vejo tudo como quem se olha sem óculos, eu perdi os meus desde o início. Cada situação é incompreensível, quando eu pensei que estava entendendo, não realmente, estava indo na direção errada. Eu ainda estou andando neste caminho de areia, muita areia, e cada grão é uma dificuldade que eu vivo, resolvido ou não, eu ainda estou vivo sem entender nada, mas estou andando, indo e voltando. De jeito nenhum, minha vida continuará assim no ano que vem. Eu e ninguém, somos culpados, porque somos forçados a fazer tudo pelo destino, por isso cheguei a um momento em que a minha percepção ficou nublada por impressões superficiais, quando me tornei suscetível ao calor do momento. Eu não tomei cuidado para que as emoções não comprometessem a objetividade, então eu estou agora prestando mais atenção e refletindo para o futuro. Eu acho que mereci o desamparo ou as dúvidas na minha vida real. Talvez até mais do que eu sei. Sinto-me cansado e preciso me livrar das toxinas para voltar a entrar em forma em 2017.

          CIRCUNSPEÇÃO
Antonio Montes

A chama? ah essa chama...
Que chama engana e esgana
inflama com gritos, ressalta e brama.

Como chama essa chama!
Será labareda, voz de articulação ou gana?
ou um chamado estridente de bacana.

Quando ouvires uma chama que chama, vá
Mas tenha cuidado... Com o fogo da chama.

            Vou fazer desse poema meu lema para o próximo ano, com sabedoria olhar seriamente adiante antes de fazer decisões. Ser mais pessimista. No sentido do provérbio, “melhor um prevenido do que um arrependido”. “ O homem de bom senso percebe os perigos que tem pela frente e se defende; as pessoas ingênuas avançam às cegas e sofrem as consequências. ” (Pv 22:3 BV). E recomendo a você: Coloque-se em meu lugar, ou melhor, no seu próprio lugar, olhe para dentro de si mesmo com os óculos de todos os graus...
Kllawdessy Ferreira

Comentários

Enviado por Kllawdessy Ferreira em 25/12/2016

Reeditado em 25/12/2016
Código do texto: T5862718 
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (autoria de Claudeci Ferreira de Andrade,http://claudeko-claudeko.blogspot.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

MINHA CISMA (Vou provar pela minha aflição minha fé)


Crônica emotiva

MINHA CISMA (Vou provar pela minha aflição minha fé)

Por Claudeci Ferreira de Andrade

           Hoje vou descrever E ILUSTRAR, COM OS simples RECURSOS QUE TENHO, para você a atitude de uma criança escalando uma árvore, exercendo todos os esforços e arriscando os ramos mais finos para pegar aquela fruta apetitosa e não ser capaz de consegui-la, mesmo depois de sacudir a árvore toda. Aí ela desce para permanecer em segurança, mas continua a jogar rebolos. Isso mesmo, eu me sinto assim, não estou sendo muito prático e me parece que meu objetivo fica cada vez mais longe de mim, é assim como ver o sol se pondo. Minhas intenções são as melhores: eu só quero me proteger, evitar desperdício e excesso de todos os tipos. Estou tentando controlar a impulsividade em gastar ou fazer algo arriscado. Também estou preferindo atividades mais leves, evitando criticar ou alimentar argumentos. Faço da cordialidade a minha chave. Estou apenas tentando alcançar meu objetivo sem problemas. Mas o fruto não cai de uma mão beijada. São as respostas de Deus: não, ou sim, ou espere um pouco. Aqui nessa aflição...!
           Então digo: tenho respeitado minhas cismas e intuições e também alimentado preocupações inúteis. Todavia meu lada criança, que há muito se foi, devo resgatá-lo nesse momento favorável para suportar o que me espera. Fazendo aqui uma reavaliação, ando negligenciando responsabilidades, por não conseguir abraçar a todas, mas isso ainda não revela imaturidade. Talvez falta de cidadania! Porém, quando chegar minha hora, eu vou procurar ter uma atitude civilizada junto à comunidade. Visto que mais cedo ou mais tarde, não tardará, estarei envolvido em alguma atividade que tenha alcance para a coletividade. Como ser cidadão, se não for assim?
           Nada mal, vou provar pela minha aflição minha fé; pela enfermidade minha dependência; pela tentação minha obediência. Agora tudo isso é oportunidade. “Se você fica desesperado quando tem que enfrentar muitos problemas, você é um fraco, um pobre coitado.” ( Pv 24:10 BV)
Kllawdessy Ferreira

Comentários

Enviado por Kllawdessy Ferreira em 04/11/2016
Reeditado em 21/12/2016
Código do texto: T5813106 
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (autoria de Claudeci Ferreira de Andrade,http://claudeko-claudeko.blogspot.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

sábado, 17 de dezembro de 2016

SOBRIEDADE (A sabedoria é prostituta e a prudência minha irmã)


Crônica poética

SOBRIEDADE (A sabedoria é prostituta e a prudência minha irmã)

Por Claudeci Ferreira de Andrade

           De ontem a hoje, recebi a visita de duas pessoas, ambas estavam de bicicleta, a primeira: os correios de bicicleta amarela, a segunda estava em uma bicicleta vermelha, foi e voltou, então foram na verdade três visitas. Sendo supersticioso ao extremo, eu entendi isso como o presságio preocupante. Foram visitas agradáveis, recebi uma compra através da internet a qual há alguns dias esperando, e a menina veio para limpar a casa, porque a minha sujeira já tinha atingido o nível de artesanato. Pesquisei a simbologia da cor vermelha e cheguei aos esclarecimentos: indicação de grande sensibilidade, de paixão nas relações emocionais. Mas também mostra perigo, violência, sangue, rejeição e vergonha, impulsos e desejos sexuais. Já a cor amarela: é um sinal de autoconfiança para que eu possa esperar oposição! Talvez eu deva pensar sobre minhas ações. Já bastante tensão é suficiente, e ainda mais perigo é tesão. Eu não quero perder meu lado simples do ponto de vista emocional, como amizades e família, mas não darei presente de natal a ninguém. Despesas excessivas são perigosas neste final de ano. Estou reavaliando este dia para afrouxar um pouco a rigidez dos meus valores. Mesmo sendo uma pessoa moderna e flexível, quando se trata de prevenção, do amor e da família me move, eu me envolvo. Fico intransigente!
           A sabedoria é uma prostituta carente encontra-se com todos, basta apenas chama-la, ela vem! Enquanto isso, faço a prudência de minha irmã. E uma irmã chegado nunca iria me impedir de se aproximar de uma mulher prostituta assim. Ela não iria desprezar a mulher e nem de revelar seus dispositivos para mim. É por isso que confio em uma irmã entrante, pois sei que, do fundo do coração, ela tem a maior preocupação pelos meus interesses. A sabedoria ajuda a prudência, pagando seus favores. Então elas não me proíbem ser o que sou. "Eu, a sabedoria, habito com a prudência, e acho o conhecimento dos conselhos." (Pv 8:12 Bíblia Online)
           POR ISSO, eu tenho um propósito, a cada semana vou estar atendendo a natureza E pedindo mais respeito pela individualidade em meus relacionamentos. Estarei delimitando o papel de cada um à minha volta. Eu AGORA percebo que algo está me tornando mais flexível para os prazeres da vida e atividades sociais. Devo mostra-me mais carismático e assim contribuir com momentos de relaxamento que vão ajudar e dissipar as tensões recentes entre mim e as pessoas COM QUEM ME RELACIONEI. Estou enfrentando o processo como um novo começo ... Eu não quero receber fluidos ruins, NESTES DIAS, QUERO ter apenas coisas boas, planejadas e grandes. De certo modo, minha alma é confortada.
           Eu não SABIA o que fazer! ESTAVA tão confuso! SENTIA-me devastado! MAS, VOLTOU-ME A PAZ. FOI TÃO rapidamente recuperada QUANDO LI COM RESPEITO O PROVÉRBIO:" O Senhor criou todas as coisas de acordo com o Seu plano, inclusive o pecador rebelde para o dia do castigo". (Pv 16:4 BV). Se não houvesse bandido não teríamos cidadãos de bem trabalhando na polícia. COINCIDÊNCIA É PROVIDÊNCIA.
Kllawdessy Ferreira

Comentários

Enviado por Kllawdessy Ferreira em 28/11/2016
Reeditado em 17/12/2016
Código do texto: T5837819
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (autoria de Claudeci Ferreira de Andrade,http://claudeko-claudeko.blogspot.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

O POETA (O poeta realmente, às vezes, parece ter parte com o Diabo)


Crônica Poética

O POETA (O poeta realmente, às vezes, parece ter parte com o Diabo)

Por Claudeci Ferreira de Andrade

             Hoje, um daqueles dias em que acordamos triste sem saber o que aconteceu, eu sinto uma onda de sensibilidade, fazendo-me mais introspectivo, então suspeito que sou eu com minhas necessidades da alma, o efeito e a causa. Vou tentar articular entre as áreas espiritual e emocional. Será se eu não mereço compreender mais claramente a complexidade de meus próprios sentimentos! Seria esse mal-estar relacionado aos males da alma ou à sua fragilidade. Ela está procurando uma saída, cura e subsídio. Esta é mais uma crise existência do poeta! Preciso de aconselhamento, um amigo, uma mão estendida, em suma eu quero algo além de coisas materiais e palpáveis: uma alma gêmea: Um motivo para o sofrimento! "

- Eu amo o mundo! Eu detesto o mundo! Eu creio em Deus! Deus é um absurdo! Eu vou me matar! Eu quero viver!
- Você é louco?
- Não, sou poeta.
(Mario Quintana)
            Um poeta evita o vazio que conduz a não poesia. Ele sempre se mantém ativo mesmo no ócio filosófico. Mas, pessoas comuns precipitam-se caindo no vazio que as pune. Um poeta tem consciência da vida dolorosa que é para sua alma revelada.
            A Natureza não é criativa, ela apenas obedece leis, e ainda mata, como transgressor,  o artista  que faz suas próprias leis, quando tenta inovar com sua arte de vanguarda. Se a 'liberdade é fruto de uma eterna obediência'  não sou poeta, sou natural. Nesse caso, temos de concordar com Alexandre Mohor: "O poeta (de letras, cores, dança...) realmente, às vezes, parece ter parte com o Diabo (aquele da religião...), pois quer reinventar até a criação, criando tudo de novo..., mas ele também é obra do criador..."
Kllawdessy Ferreira

Comentários

Enviado por Kllawdessy Ferreira em 17/10/2009

Reeditado em 15/12/2016

Código do texto: T1871537 
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (autoria de Claudeci Ferreira de Andrade,http://claudeko-claudeko.blogspot.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

terça-feira, 13 de dezembro de 2016

RECUPERAÇÃO (Eu quero viver tanto como um vegetariano!)


Prosa poética

RECUPERAÇÃO (Eu quero viver tanto como um vegetariano!)

Por Claudeci Ferreira de Andrade

             Hoje, na última semana do ano escolar municipal. Aplicando provas e trabalhos para formar a nota dos alunos atrasados. Eu tenho que fazer isso ficar mais difícil, não é justo que a nota final do aluno na recuperação seja maior do que a do melhor aluno na sala que foi excluído dela. Talvez isso seja exatamente o que vai acontecer comigo, quando o foco está na saúde, nós nos recuperamos da doença, mas não voltamos ao estado original. Durante estas férias, vou procurar tratamentos para os meus sintomas mentais. Aqueles que sobraram da recuperação. Uma sensação de incompetência.
           Aliás sempre faço isso, uso todo tempo que tenho lutando para me recuperar de traumas ou de problemas que com certeza estão associados a minha própria falta de cuidado com meu nome e caráter. "Quem me rouba a honra priva-me daquilo que não o enriquece e faz-me verdadeiramente pobre." (William Shakespeare). Não posso perder o contato com minha verdadeira identidade. Estou trabalhando, mantendo o foco para encontrar o caminho. Disseram-me os anjos que só tenho de deixar a energia fluir no meu ritmo, abrindo passagem. E vamos nós... Mentiram, a minha alma ainda está na área de crise e ao lado do corpo cansado sugerindo um desafio complexo para o intelecto e as emoções, exigindo disciplina e serenidade para encontrar soluções adequadas. Eu quero viver tanto como um vegetariano!
           E o histórico escolar de ambos tem valor diferente? Maiores notas, maior prestigio e melhores oportunidades reais no mercado de trabalho. E a justiça é cega porque não quer ver. Duzentas aulas de Língua Portuguesa no ano, resumem-se em apenas cinco na semana de recuperação. Esse sistema educacional é paciente e longânimo. Ele é generoso e misericordioso, ou melhor é sonolento. Mas, não o será assim para sempre! Todo aquele que rejeitar suas muitas chances de credenciamento não será pego de surpresa. Logo, não haverá recuperação. As rebeliões serão cada vez mais frequentes e atrozes contra o sistema educacional que irá abrir os olhos dele. "Dê ao seu filho o castigo necessário enquanto ele é criança e ainda há esperança de corrigir a desobediência. Deixar de castigar é o mesmo que condenar seu filho a uma vida infeliz. (Pv. 19:18 BV).

Kllawdessy Ferreira

Comentários

Enviado por Kllawdessy Ferreira em 02/11/2016
Reeditado em 13/12/2016
Código do texto: T5810568
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (autoria de Claudeci Ferreira de Andrade,http://claudeko-claudeko.blogspot.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

sábado, 10 de dezembro de 2016

CONSERVAÇÃO DO PRÉDIO ESCOLAR (Nem sempre, quem limpa, cuida!)


Crônica

CONSERVAÇÃO DO PRÉDIO ESCOLAR (Nem sempre, quem limpa, cuida!)

Por Claudeci Ferreira de Andrade

             Demorei um pouco na sala depois da última sirene tocar, alguns alunos estavam esperando meu visto no caderno, quando um barulho forte de cadeiras e mesas batendo nas paredes da sala vizinha. Levantei-me assustado, quis proferir uma repreensão, mas eram as funcionárias da escola limpando a sala. Enfileiravam as mesas e empurravam com bastante força até amontoarem na parede, desocupando o chão a ser limpo. Empurravam novamente para o outro lado para desocupar o outro espaço que ainda precisava ser limpo. Então a dança forçada das carteira fechava aquela minha tarde de perturbação escolar. Quando elas perceberam que eu estava incomodado, mudaram a técnica, porém, pus-me observar, continuaram arrastando mesas e cadeiras, o descuido era tanto que caiam frequentemente os móveis fazendo uma explosão como a de uma bomba, porém não podiam se atrasar.
           Voltei para minha sala donde aqueles poucos alunos, testemunhavam o paradoxal cuidado do bem público. Refletindo aqui, quantas vezes eu pedi a meus alunos uma redação sobre a preservação do patrimônio escolar! Era um trabalho intensivo, além de fazê-los escrever, ainda teríamos concurso de cartazes envolvendo todas as disciplinas com o tema. A preservação dos bens físicos da escola é um indicador de prosperidade. Quanto tempo vai durar sua escola? O que você está fazendo por ela hoje?
           Vi por muitas vezes também a coordenadora ensinado, a alunos displicentes, lições de bom comportamento, dizendo que não se pode riscar as carteiras, nem as paredes, e alguns até tiveram que lavar e polir sua mesinha.
           Sim, talvez elas fizeram aquele quebra-quebra para não ter que me pegar pelo o braço e jogar fora da sala, pois tinham tempo curto para fazer todo o trabalho de limpeza, naquele prédio enorme, diga-se de passagem, e eu ali com aqueles meninos, na hora de ir embora. Visto isso me veio uma confusão mental, porque sempre a coordenadora vem a salas pedindo aos alunos para deixar as carteiras bem arrumadas e enfileiradas, sendo que os zeladores desmontam tudo imediatamente da forma mais desmazelada possível, para depois arrumar? Uma coisa não faz sentido perante a outra! Aprendi isso, naquele dia: Nem sempre, quem limpa, cuida! Mormente em se tratando do uso de bem público. E concordo com Chico Xavier: "Ambiente limpo não é o que mais se limpa e sim o que menos se suja".

Kllawdessy Ferreira

Comentários

Enviado por Kllawdessy Ferreira em 10/12/2016

Código do texto: T5849043 

Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (autoria de Claudeci Ferreira de Andrade,http://claudeko-claudeko.blogspot.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.