"A esperança seria a maior das forças humanas, se não existisse o desespero." (Victor Hugo)

"Uma falsificação é impossível quando não se tem o modelo a falsificar." (Helena Blavatski)

Pesquisar neste blog ou na Web

MINHAS PÉROLAS

sábado, 28 de setembro de 2013

O TERROR DO TERROR (Aterrorize-me, com suas insolentes ameaças, para me fazer acostumar)


Crônica

O TERROR DO TERROR (Aterrorize-me, com suas insolentes ameaças, para me fazer acostumar)

Por Claudeci Ferreira de Andrade

          Procuro neste Recanto um abrigo, um texto que me refrigere a alma, pelo menos algo que me inspire uma reflexão saudável, mas sou atormentado pelo o terror da má escrita. Parece-me que todos falam de mim com desprezo, já que as letras me fezeram. Aquele que me contradiz é monstro que me cospe fogo. Procuro nas crônicas mais lidas, que geralmente estão nos sites pagos, só encontro terror. Como posso ser feliz nessa internet e ver você fugindo de mim como se eu fosse seu monstro. Vou dar o título a esta minha desolação: de "O TERROR DO TERROR", quem sabe eu alcance um bom número de macabras visitas, e comentários aterrorizadores para me fazer acostumar. Um dia me escreveu, pelo Facebook, uma suposta atendente de polícia, insolentes ameaças defendendo sua amiga que a convidei para ser minha amiga: "quem ameaça é bandido!" E seu comportamento forçou-me a um preparo defensivo! "Não podendo regularizar os outros, regularizo-me a mim mesmo." (Michel de Montaigne).
          Então vou falar de como tenho contribuído, em parte: meu nome é um terror, também, no sistema educacional, tomara que não seja tanto na net em geral, parece-me cacos de vidro (Clau-de-ko) tilintando em seu cortar afiado e impiedoso, ou melhor, Farpas de ferro forjadas (Fer-rei-ra) como palhas de aço que não acariciam. Sua boca não reconhece muito bem as manobras para pronunciá-lo, por isso se corta mal. Mas, não se corta neles quem me conhece muito bem! Apena me protejo, como cerol na linha do papagaio de papel. O menino brincalhão, que faz seu pó de vidro, não se corta nele, ele sabe onde pegar e como pegar! Ninguém é preciso cair em sua própria armadilha tão rapidamente, mas "quem abre uma cova cairá nela". Minha covas são pequenas demais, não me cabem, só se você for menor que eu! Assim faço do meio a parte mais importante que o fim, porque já dizia Raul Seixas: "é chato chegar a um objetivo num instante." Portanto, é preciso caminhar por cima de brasas para exorcizar os demônios. Ou chamá-los atraídos pelo cheiro de carniça assando!
Claudeko Ferreira
Enviado por Claudeko Ferreira em 29/03/2013
Reeditado em 28/09/2013
Código do texto: T4213381
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (autoria de Claudeci Ferreira de Andrade,http://claudeko-claudeko.blogspot.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

sábado, 21 de setembro de 2013

OS ATRASADOS NÃO LIDERAM ("O filme sempre começa na hora certa, principalmente quando você chega atrasado." - Jô Soares)


Crônica

OS ATRASADOS NÃO LIDERAM ("O filme sempre começa na hora certa, principalmente quando você chega atrasado." - Jô Soares)

Por Claudeci Ferreira de Andrade


          Pessoas que não acrescentam, não pagam a pena. Limitam-se no senso comum, como quem tem as duas pernas saudáveis e insiste em andar para trás. Ainda bem que com o tampo, elas somem de nossa vista na poeira do pretérito. Mesmo que fiquemos parados!
          O coordenador da escola deve ser o primeiro a chegar ao seu turno e o último a sair da unidade escolar. O professor precisa estar na sala de aula quando os alunos chegarem. E conhecer as primeiras notícias do dia para que chegue a eles com uma informação a mais para impressioná-los, então a sua disciplina de trabalho será enriquecida.
          Qual é a posição dos meus alunos no ranque nacional dos estudantes? Se se acostumaram a se atrasar desde cedo nunca serão líderes, como a um espinho que traz sua ponta de ainda tenro.
           O atraso nas responsabilidades e deveres é comprometedor, embora não mude o destino. Quem nasceu para liderar é primogênito. Sai primeiro e chega primeiro.
Claudeko Ferreira
Enviado por Claudeko Ferreira em 28/03/2013
Reeditado em 21/09/2013
Código do texto: T4212396
Classificação de conteúdo: seguro
Comentários

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (autoria de Claudeci Ferreira de Andrade,http://claudeko-claudeko.blogspot.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

sábado, 7 de setembro de 2013

O SEGREDO PARA RECONHECER AMIGOS ("Quem tem um amigo, mesmo que um só, não importa onde se encontre, jamais sofrerá de solidão; poderá morrer de saudades, mas não estará só" — Amyr Klink)


Crônica

O SEGREDO PARA RECONHECER AMIGOS ("Quem tem um amigo, mesmo que um só, não importa onde se encontre, jamais sofrerá de solidão; poderá morrer de saudades, mas não estará só" — Amyr Klink)

Por Claudeci Ferreira de Andrade

           Para termos muitos amigos é necessário manter as pessoas precisando de nós com gratidão, o Governo pratica esse método com suas bolsas e cotas viciantes para ter muitos amigos eleitores. Por isso, a Bíblia diz que todo mundo é amigo de quem dá presente. Só lembram de nós quando podemos ajudá-los em alguma coisa. E por poucas exceções, aparecem algumas criaturas para ser nossos
amigos, para descargo de consciência, quando somos digno de misericórdia, pobres demais, nisso também eles tiram proveito para se projetar misericordiosos amigos dos que as admiram. São estas que querem nos ajudar, mas não podem! Oferecem suas esmolas e saem com a consciência limpa, com a boa sensação de dever cumprido. Mas, uma esmola só não é atitude de amigo.
           Quantos dos nossos contatos, que prometem ligar-nos, ligam-nos quando bem entendem, senão para pedir algum favor. Pelo menos, ninguém me liga para avisar quando decidem, na escola, na minha ausência, que não vai ter aula no dia seguinte. Então, que amigos são estes que me deixam fazer uma viagem à-toa? O que eles presumem ser lucro só para mim não lhes interessa! Porém, lingam-me sim para pedir dinheiro da vaquinha para o aniversário da coordenadora. Para isso ninguém me esquece.
           Quanto mais gente neste mundo, mais tumultuadas as relações e inadequado para viver. Ainda me obrigam, pelas circunstâncias opressoras à formalidades inúteis: bom dia; boa tarde; boa noite! Para que serve? Pessoas obrigadas a estarem juntas distanciam-se em afetividade: impera a exploração. Ninguém duvida que a degradação ambiental pode deformar o coração das pessoas, mudando seus sentimentos para mais egoístas. A agressão a natureza pode trazer efeitos imprevisíveis. Os anos vindouros serão de poucos amigos. 
Claudeko Ferreira
Enviado por Claudeko Ferreira em 23/03/2013
Reeditado em 07/09/2013
Código do texto: T4203647
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (autoria de Claudeci Ferreira de Andrade,http://claudeko-claudeko.blogspot.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

domingo, 1 de setembro de 2013

IRONICAMENTE, QUEM AMA PROTEGE (Cada um tem o seu papel nessa blindagem descomunal.)


Craõnica

IRONICAMENTE, QUEM AMA PROTEGE (Cada um tem o seu papel nessa blindagem descomunal.)

Por Claudeci Ferreira de Andrade

          Ironicamente, a função primordial dos bibliotecários das escolas públicas é proteger os livros dos alunos. Protegem o livro do desgaste e o aluno fica isento do hábito de ler! Antidesgastante mesmo é quando o aluno ganha seu livro didático e o devolve novinho no final do ano letivo.
           Ironicamente, a função primordial dos coordenadores pedagógicos é proteger os alunos dos professores. Disciplinam os professores pelos seus erros e orientam os alunos de forma a mantê-los invisíveis à inspeção: Assim perdura a zona de conforto para todo mundo.
           Ironicamente, a função primordial dos professores é proteger um aluno do outro, separar brigas. Se preparam um bom plano de aula, não conseguem executá-lo, gastam todo tempo, repreendendo alunos, e ainda não lhes sobra tempo para se prepararem nas artes marciais. Mas, como dizem: "violência gera violência"; nesse caso não, é em nome da paz.
           Ironicamente, a função primordial da gestora escolar é proteger a escola da comunidade. Roubam tudo, incendeiam os arquivos! Mas, as salas de aula superlotadas ainda não bastam! Assim, corroem a qualidade que eliminaria os vândalos.
           Ironicamente, a função primordial das zeladoras é proteger o chão limpo dos pés sujos. Porém, o que elas farão se ninguém entrar ali? Graças a sujeira da terra o sistema funciona bem. É como o pássaro que come pedra para excitar a sua moela, fazer funcioná-la bem. Quer só os nutrientes do já comeu.
           Ironicamente, a função primordial das merendeiras é proteger o lanche dos alunos. Não quer que eles desperdicem-no, então praticam um cardápio que só come quem tem muita fome, mesmo! Assim a verba cobre a cota do dia sem maiores problemas, afinal, o lanche na escola não é para o prazer da gula, é básico.
           Ironicamente, a função primordial dos alunos é proteger os seus direitos de seus deveres. Assim usufruem de todos os benefícios sem pagar nada.
           Achei minha função primordial como cronista da escola, é proteger meus leitores da pureza e da inocência. Por isso, divulgo o que está dando errado ao meu redor para inclui-los na turba dos justiceiros sociais. TALVEZ AJUDE ALGUÉM, SENÃO, PELO MENOS, PARA DIZER COMO NÃO FAZER, COMO NÃO SER E COMO NÃO APRENDER. AFINAL, NINGUÉM PODE IMPEDIR QUE EU CONTE O QUE ACONTECEU COMIGO, APENAS TENHA CUIDADO PARA NÃO TROPEÇAR NAS COVAS PROFUNDAS DE MINHAS "PISADAS". Ou, AINDA, apenas para fazer distinção entre o bem e o mal.
          Sobretudo, a função primordial da vida é proteger-se da morte e não consegue, tudo morre! Porque tudo na vida é problema. A educação é só mais um grande problema a ser resolvido.

         Cada um tem o seu papel, por tempo limitado, nessa blindagem descomunal.

Claudeko Ferreira
Enviado por Claudeko Ferreira em 14/03/2013
Reeditado em 01/09/2013
Código do texto: T4188519
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (autoria de Claudeci Ferreira de Andrade,http://claudeko-claudeko.blogspot.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.