"O sábio procura a ausência de dor e não o prazer." (Aristóteles)

"O maior prazer que alguém pode sentir é o de causar prazer aos seus amigos." (Voltaire)

Pesquisar neste blog ou na Web

MINHAS PÉROLAS

domingo, 8 de novembro de 2009

INVERSÃO DE VALORES É ISSO ( Bruna Surfistinha, mais um exemplo de sucesso sem doutorado algum!)








CRÔNICA

INVERSÃO DE VALORES É ISSO ( Bruna Surfistinha, mais um exemplo de sucesso sem doutorado algum!)

Por Claudeci Ferreira de Andrade

         Que situação é esta: um semianalfabeto foi reconhecido, por letrados, como um dos "melhores presidentes do Brasil", enquanto doutores, mestres e graduados varrendo as ruas da cidade do Rio de Janeiro (garis)!? Nada contra gari, diga-se de passagem, é apenas uma questão de justa adequação e coerência, eles são muito importantes, porém não se exige doutorado deles.
(http://lidadiaria.blogspot.com.br/2009/11/ele-vai-por-que-nao-artigo-mirian.html) (acessado em 08/01/2013). E
(http://www.guj.com.br/posts/list/142160.java#765982) (acessado em 06/06/2015)
          Eu, na qualidade de professor, não teria o que responder, para meus alunos, se um dia me fizessem a pergunta acima. Talvez me ativesse numa evasiva, citando outro assunto, desesperadamente, tentando explicar alguma coisa; aí então, estou preferindo, nesse caso, as palavras do Miguel do Rosário: “Penso nisso porque ainda me recupero de uma notícia lida na Folha, sobre uma estudante de Turismo que foi quase linchada na Universidade de São Bernardo (Uniban) porque vestia uma microssaia. Reflitam comigo. A garota saiu de casa, numa comunidade pobre, sem ser molestada na rua. Entrou num ônibus, onde causou apenas o frisson natural. Enfim, circulou por toda a parte tranquilamente. É na Universidade, porém, que ela encontrou o ambiente mais agressivo, mais preconceituoso, mais brutal. Centenas de estudantes se aglomeraram em volta dela gritando "Puta! Puta! Puta!". Rapazes tentavam pôr o celular entre suas pernas para tirar fotos. Ela teve que ser escoltada por seis policiais militares para sair do prédio. Há uma explicação para isso. É a prepotência do fraco. O sujeito entra na universidade e acha que é melhor que os outros. Perde a humildade natural do ser humano. Perde o senso democrático.”
         Mas, o que é mais embaraçoso para mim é que vivo no meio educacional, porém a realidade me obriga a dar razão para o Ex-Presidente Lula quando disse: — “Tem muita gente que acha que inteligência está ligada à universidade. Isso é burro. A universidade não dá nada disso. A política é uma ciência que exige muito mais inteligência” (sic).
        Então que meus alunos continuem se perguntando: — o que estou fazendo na escola se a universidade é um alvo corroído? E enquanto as respostas não vêm, usufruam, alunos e familiares, dos programas de incentivo dos governos para a Educação Fundamental, média e superior desviando a atenção do povo dos necessários objetivos.
         Eu acreditava que fora da escola, ou seja, sem estudar, ninguém prosperaria. Por isso, estudei o suficiente para, só agora, entender que fora dos muros da escola há um mundo próspero que faz a diferença, o mundo da política. Onde...(— "Um intelectual ficar assistindo a um operário que tem o quanto ano primário ganhar tudo o que queria ter ganhado e não ganhou por incompetência é muito difícil mesmo" - Mais uma vez acertadamente, disse Lula). "Nada é mais humilhante do que ver os tolos vencer naquilo em que fracassamos."(Gustave Flaubert). Não é seu FHC?
         Agora surge a Bruna Surfistinha, ela seria mais um bom exemplo de sucesso na literatura e na música sem diploma de doutorado. Então, por que as vozes imperativas continuam mandando as crianças para a escola, se todavia os exemplos de sucesso desestimulam-nas? Pois os meios acadêmicos já não são suficientes se para os fins têm muitos atalhos! Será que Ruy Barbosa estava certo quando disse: "Há tantos burros mandando em homens de inteligência, que, às vezes, fico pensando que a burrice é uma ciência" (http://www.youtube.com/watch?v=PxnzoofSRTQ) (06
/06/2015).
Se se tirar as inutilidades da Escola, tira-se o emprego de muitos!
Claudeko
Publicado no Recanto das Letras em 08/11/2009
Código do texto: T1912573

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (autoria de Claudeci Ferreira de Andrade,http://claudeko-claudeko.blogspot.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Comentários



Postar um comentário