"Até o palhaço mais alegre do circo, pode chorar em um dia de folga." (Nátaly Seckler)

"Um bom descanso é metade do trabalho." (Provérbio iugoslavo)

Pesquisar neste blog ou na Web

MINHAS PÉROLAS

domingo, 21 de março de 2010

REPROVADOS NÃO RETIDOS (Os desejos de infortúnio dos alunos para o professor retornam a eles mesmos.)

       
Crônica

REPROVADOS NÃO RETIDOS (Os desejos de infortúnio dos alunos para o professor retornam a eles mesmos.)

Por Claudeci Ferreira de Andrade

            Sexta-feira, recebi a visita de Cristiane, uma ex-aluna do Ensino Médio, tive gosto em apresentá-la à sala, naquela manhã. Que mensagem de estímulo dirigiu ela aos alunos que ali estavam! E ela disse ainda que o sucesso não depende de professor e nem de escola, tudo depende do aluno: isso ela aprendeu comigo! Bem, disse com categoria, porque já está terminando o curso de Administração numa boa Faculdade. Meus alunos que prosperam sempre aparecem, isso é bom! Mas, cadê os diplomados fracassados, nunca mais os vi, melhor ainda, não tive culpa nas consequências deles, que se escondam quando me vir, não quero ser desrespeitado novamente, pois é assim que fazem os fracos e reprovados (não retidos), jogam sempre a culpa nos outros! Porque será que eles não aparecem mais no colégio, depois que terminaram o 3º ano do Ensino Médio? Os bons, os professores têm prazer em exaltá-los, estes também não têm vergonha de dizer o que já conseguiram na carreira proposta. Mas, os maus alunos, eu não gostaria de encontrá-los novamente, a presença deles me condena, eles me transferem uma culpa que não é minha, e derrubam minha autoestima.
            Os jovens que fazem, pelo menos, um curso superior são configurados como exemplos que animam os outros. Eles tiveram fraquezas também, mas acharam nos estudos toda suficiência. Agora são iguais a seus professores do passado, estão no mesmo nível acadêmico, mas jamais nos abandonaram. "Lastimável discípulo, que não ultrapassa o mestre." Leonardo da Vinci.
            O segredo é dedicação. Isso significa diligência, disciplina, firmeza, perseverança, resolução, inteireza, decisão de enfrentar cada provação, cada desaprovação, cada tentação antes que negar o propósito de ser alguém na vida. "Obstáculos e dificuldades fazem parte da vida. E a vida é a arte de superá-los." Mestre DeRose. No modo como eu me refiro, explico melhor, não basta começar bem, é preciso manter-se em dedicação cada dia. Alisar assentos de escola, todos fazem, frequentar só por causa do lanche escolar ou para ganhar os favores dos incentivos do governo, isso não faz a diferença. 
            Não deve haver desleixo na vida estudantil, por que a juventude é fugaz; é passageira. Se virmos qualquer pessoa trabalhando, pelo o modo como ela age, poderemos saber se o seu coração está ou não no que faz. Podemos verificar se um aluno desempenha seus trabalhos com boa vontade ou não. Se ele decididamente está disposto a alcançar riqueza e fazer um nome para si, ele vencerá todo e qualquer obstáculo. Muitas vezes, os alunos são apenas meio dedicados aos estudos; lembrem-se, não existe meio sucesso! "Quem supera, vence." Johnn Goethe.
            Uma pessoa que está morrendo nas águas de um lago fará de tudo para não perder a vida, porém se desesperar, ela afunda. Por isso, o jovem não pode perder a confiança em Deus, nem em si, nem em seus professores, nem na sua escola. Deseje seu sucesso e o terá. Os que maltratam seus professores secam sua fonte de aprendizagem. Recebam minha maldição abençoada!

Claudeko
Publicado no Recanto das Letras em 21/03/2010
Código do texto: T2150421

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (autoria de Claudeci Ferreira de Andrade,http://claudeko-claudeko.blogspot.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras deriv

Comentários        Comentar


23/03/2010 14:52 - J C Cavalcante
Cada pessoa tem a vida erguida de acordo com seus esforços e pela (boa) ajuda recebida. Uns são muito bons, outros nem tanto, existem aqueles que se projetam pelo próprio merecimento, outros que se projetam pelo merecimento alheio. Vale mesmo o esforço e a honestidade.


23/03/2010 00:29 - ZORA
zora... amigo ,parabens pelo que escreve...grata pela visita... obs:A meia idade que me refiro...(é meio século)é linguagem baianês ,quando a pessoa tem 5o anos dizem meia idade... um abraço...


Postar um comentário