"Se o doido persistisse na sua loucura tornar-se-ia sensato." (William Blake)

"O louco, o amoroso e o poeta estão recheados de imaginação." (William Shakespeare)

Pesquisar neste blog ou na Web

MINHAS PÉROLAS

sábado, 12 de abril de 2014

SEM ANTECEDENTES CRIMINAS (Condenam-nos, sem chance de perdão, os carniceiros de plantão)


Crônica

SEM ANTECEDENTES CRIMINAS (Condenam-nos, sem chance de perdão, os carniceiros de plantão) 

Por Claudeci Ferreira de Andrade

                Aprendi que na vida devemos, de alguma forma, apagar os nossos próprios rastros, pois nem todas as pessoas nos seguem, mas elas nos perseguem. Depois, vem alguém hipócrita e diz que o passado nos persegue...
           Eu queria entender por que umas ocasiões a gente nunca esquece, e outras, que julgávamos demais marcantes, nunca nos lembramos, mas nenhuma delas nos faz voltar no tempo. Que passado me transportará a isso que estou escrevendo? Como estarei daqui a alguns anos no futuro?

          Existem pessoas que adoram nos fazer voltar as lembranças do passado, são estas que nos colocam apelidos, fazendo referências ao nosso comportamento errado, ou a um defeito físico, enfim a um erro qualquer. Portanto essas pessoas nos condenam, sem chance de perdão. Assim, somos punidos milhares de vezes e de duas maneiras: da forma natural e da imposta pelos carniceiros de plantão. Vivemos assustados conosco mesmo!!! É só olharmos para o espelho e/ou para as responsabilidades e os demônios nos atormentam com as vozes do cemitério!!!

           Pode ser difícil para mim, mas tenho que me libertar do passado, deixando de ser escravo das sombras, preciso esforçar-me. Vou deixar todo medo e a insegurança, prometo que irei embora, tomando posse definitivamente de meu futuro. Tenho certeza de que tudo o que está acontecendo servirá para me direcionar para um futuro promissor. É assim que dou significado ao presente. Agora é a chance de tomar um rumo só meu. As aulas já começaram, eis aí, já à vista, minha batalha. Então, fecho este momento com as palavras de Augusto Cury: "Vocês podem calar a minha voz, mas não os meus pensamentos! Vocês podem acorrentar o meu corpo, mas não a minha mente! Não serei plateia desta sociedade doente, serei autor da minha história! Os fracos querem controlar o mundo; os fortes o próprio ser! Os fracos usam as armas, os fortes as ideias."
Claudeko Ferreira
Enviado por Claudeko Ferreira em 22/12/2013
Reeditado em 12/04/2014
Código do texto: T4621320
Classificação de conteúdo: seguro
Comentários

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (autoria de Claudeci Ferreira de Andrade,http://claudeko-claudeko.blogspot.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Postar um comentário