"Se o doido persistisse na sua loucura tornar-se-ia sensato." (William Blake)

"O louco, o amoroso e o poeta estão recheados de imaginação." (William Shakespeare)

Pesquisar neste blog ou na Web

MINHAS PÉROLAS

sábado, 29 de agosto de 2015

A SEMENTE DAS TREVAS GERMINOU EM OUTRO LUGAR, BROTOU E SUBIU UMA ÁRVORE (E o fruto vai cair na cabeça de quem plantou!)




Crônica da vida escolar

A SEMENTE DAS TREVAS GERMINOU EM OUTRO LUGAR, BROTOU E SUBIU UMA ÁRVORE (E o fruto vai cair na cabeça de quem plantou!)

Por Claudeci Ferreira de Andrade

           Já vi por muitas vezes, os alunos fazerem abaixo assinado para se livrarem de professores indesejáveis, agora, professor recorrer do maldito instrumento para se livrar da turma insuportável é a primeira vez. Está achando ridículo? Então, tente imaginar as condições daquele sexto ano de quarenta e cinco alunos indisciplinados, com uma idade que varia dos dez aos dezessete anos, onde os mais velhos massacram os mais novos! O pior é que eu também o assinei para me livrar deles! E os costumados a colaborar, viciados nas vaquinhas para tudo, até para pagar a confecção do horário das aulas que a coordenadora não conseguiu fazer, não ofereceram resistência alguma para assinar, também, a petição. O desfecho não foi favorável, mas percebi que uma assinatura de um aluno "de menor" vale mais do que a de um professor pós-graduado, em se tratando de mudar a realidade da escola.
           Até então, eu acreditava na revolução dos docentes rumo à melhora do sistema educacional, contudo morreram todas as minhas crenças nisso. "É abominável quando a serva manda em sua senhora" (Prov. 30:23). Porém, por aqui, primeiro manda os alunos, depois os pais dos alunos, ... enfim, o caranguejo, numa macha à ré, vai disparado para o brejo, por que a vaca já não vai mais para lá. Alguém está usando o brejo só para lavar a égua.
           Não se tem dinheiro para nada na escola, as verbas não vieram, não prestaram as constas na data marcada, e condições melhoradas de trabalho nem se fala, é uma peleja, parece-me que essa deficiência nos enfraquece perante a comunidade. Nem o machismo, ou feminismo, ou o modismo somam forças suficientes para arrastar o carracismo da história educacional. O apagão, ou melhor, o "alunadão"  de todas as penumbras escurece os lugares que deviam está iluminados. Escola deveria ser lugar de estudante! Todavia, a verdade sempre aparece, e aqueles que semeiam a semente do mal devem fazer a colheita no inferno.
Kllawdessy Ferreira

Comentários

Enviado por Kllawdessy Ferreira em 21/08/2015
Reeditado em 29/08/2015
Código do texto: T5354727
Classificação de conteúdo: seguro

Postar um comentário