"Lembrar é fácil para quem tem memória. Esquecer é difícil para quem tem coração." (W. Shakespeare)

"Se me esqueceres, só uma coisa, esquece-me bem devagarinho." (Mario Quintana)

Pesquisar neste blog ou na Web

MINHAS PÉROLAS

sábado, 26 de outubro de 2013

A REPESCAGEM NA EDUCAÇÃO (Que os empregadores saibam selecionar os melhores.)


Crônica

A REPESCAGEM NA EDUCAÇÃO (Que os empregadores saibam selecionar os melhores.)

Por Claudeci Ferreira de Andrade

           Hoje recebi um torpedo do número +556285771300 em meu telefone celular: "termine já o 2º grau em 4 meses de aula- EJA 2013 ultimas vaga matriculas de segunda a sábado avenida Goiás 364 centro fone:xxxx4614" (sic). A minha pergunta é: por que um indivíduo cursaria três anos de Ensino Médio frente a tamanha facilidade? 
          Mas, eu conheço a EJA  que dá  diploma ao aluno, para provar conclusão do segundo grau, em quatro semestres. E conheço as justificativas deles (alunos da EJA) quando lhes pergunto por que estão matriculados nessa modalidade. Todos me dizem: — eu não tive oportunidade de estudar quando era jovem! Portanto, penso que muitos desses são os refugos do sistema educacional regular. Pois pelo tanto que reclamam de tudo, deve ter sido aqueles que nunca levaram a sério sua juventude estudantil. Não pode ser falta de oportunidade, o governo, desde que me entendo por gente, dá todo suporte obrigatório: transporte, bicicleta, uniforme, tablet, livro, lanche, bolsas mil e aulas no 0800 como dizem eles. 
           Onde estão eles agora: os evadidos da EJA? Procurando os atalhos da vida! Uns poucos voltam para estudar, outros tantos para ganhar o diploma. Então a EJA foi inventada para esses mesmos. O governo tem modalidades para todos até para os que se fazem de coitadinhos para facilitar, ainda mais, a aquisição do diploma. Depois, o diploma de todos, nas mais modernas modalidades de formação, tem a mesma validade.  Se a educação fosse séria não existiria EJA ou só teria EJA! "As academias coroam com igual zelo o talento e a ausência dele."(Carlos Drummond de Andrade).
          Se os evadidos da modalidade regular soubessem que podiam voltar, mesmo depois de alguns meses de ausência, com o direito de fazer as atividades avaliativas de recuperação e sem contabilizar as suas faltas, a EJA teria menor demanda! Porém, até lá, que os empregadores saibam selecionar os melhores. Por que a sociedade precisaria desses dois pesos e duas medidas?! O saber é prazeroso, mas o aprender é doloroso! O cérebro do tolo dói e cansado procura atalhos.
Claudeko Ferreira
Enviado por Claudeko Ferreira em 21/04/2013
Reeditado em 26/10/2013
Código do texto: T4252567
Classificação de conteúdo: seguro
Comentários

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (autoria de Claudeci Ferreira de Andrade,http://claudeko-claudeko.blogspot.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Postar um comentário