"Quando a casa do vizinho está pegando fogo, a minha casa está em perigo." (Horácio)

"Eu sou apenas um beijo da boca do luxo na boca do lixo." (Cazuza)

Pesquisar neste blog ou na Web

MINHAS PÉROLAS

sábado, 25 de abril de 2015

O QUE REALMENTE VALE A PENA? (Prefiro viver lutando que parar para ser feliz e atrofiar meus talentos.)


Crônica

O QUE REALMENTE VALE A PENA? (Prefiro viver lutando que parar para ser feliz e atrofiar meus talentos.)

Por Claudeci Ferreira de Andrade

            Eu estava lendo Mario Quintana, e ele me impressionou com essa frase: "A felicidade bestializa, só o sofrimento humaniza as pessoas." Então lhe questionei, dizendo que não precisamos procurar o sofrimento, ele é inerente! Mas, a felicidade se procura sim! Lembrei-me do John Stuart Mill: "Aprendi a procurar a felicidade limitando os desejos, em vez de tentar satisfazê-los." Tudo em nome da humanização! Por isso, não gosto de comer, de dormir, de "foder" e tomar banho! Só o necessário para manter o grau de infelicidade que já consegui. kkkkk Pensando nisso: como apenas para viver e me privo do viver para comer; Dormir se parece muito com morrer e não me agrada essa ideia; "transar" é muito esforço para pouco prazer, o orgasmo de 5 segundos não vale a meia hora de suor; banhar estraga a pele, os óleos naturais nos protegem dos que querem nos picar. E me defendo com as palavras de Albert Einstein: "Jamais considerei o prazer e a felicidade como um fim em si e deixo este tipo de satisfação aos indivíduos reduzidos a instintos de grupo". Por que as pessoas comuns se esforçam tanto para mostrar que estão sentido prazer ou desfrutando da vida? Fazem de tudo, e há aquele que se senta à porta da rua com uma latinha de cerveja na mão para ser visto por muitos que ele bebe e farreia, é o "lascadão na vida".
             Agora compreendo o filósofo, Luiz Felipe Pondé quando disse em seu texto: "Deus me livre de ser feliz": "A mania da felicidade nos deixa retardado" Preparar-se para o pior é uma forma de antecipar a qualificação para ter prazer depois. Depois de tudo, posso dizer que só o combate nos faz felizes. Uma vitória prenuncia outra luta. querer ser feliz é querer parar de sofrer e sem sofrimento é parar de viver. Visto que prefiro viver lutando que parar para ser feliz e atrofiar meus talentos. Na luta há outra felicidade!
Klawdessy Ferreira

Comentários
Enviado por Klawdessy Ferreira em 18/04/2015
Reeditado em 25/04/2015
Código do texto: T5211388
Classificação de conteúdo: moderado

Postar um comentário