"Todas as coisas complexas estão condenadas à decadência." (Buda)

"Evoluir não é melhorar. A lagarta jura que a borboleta é a sua decadência." (Fabrício Carpinejar)

Pesquisar neste blog ou na Web

MINHAS PÉROLAS

sábado, 8 de setembro de 2012

FAZER AMOR, TÃO POBRE AMOR! (Eufemismo para "sexo" .)



Crônica

FAZER AMOR, TÃO POBRE AMOR! (Eufemismo para "sexo" .)

Por Claudeci Ferreira de Andrade

           A expressão " fazer amor" como eufemismo para "sexo" é um indicador da hipocrisia que enfeita a falsa moralidade social. As feministas dizem que as mulheres fazem amor e os homens, sexo. Depois, dizem que, em questão de amor, ninguém manda em seu próprio coração. Então que "porra" é essa que elas fazem sem querer? Ou Que sentimento é esse que vende os impulsos sexuais? Depois se banha como quem come e escova os dentes e faz de conta que nada aconteceu: é trabalho!
          Eu como cliente, que diabo eu quero com "amor" se o dinheiro pode comprar tudo que o amor pode me dar, sem a prisão social, ou melhor, sem a exigência de que eu prometa fidelidade até a morte. Então, "fazer amor" é uma fantasia absurda do puritanismo, os ricos compram pronto todos os seus atributos. "Amor (verdadeiro) só dura em liberdade"
          É, esse amor imposto é "tão pobre amor", como disse o Filósofo Raul Seixas, na canção:"A Maçã". Não o quero para mim. A maior perversidade sexual é o esforço para manter a aparência de quem não usa dele frequentemente para conseguir as coisas que precisa. Chamem-no do que quiser, todos são passivos da motivação: "crescei e multiplicai", mas que dê prazer. O que seria a intensão de multiplicar se não fosse a intensão do orgasmo? Fazer amor ou sexo termina sendo a mesma coisa quando apenas se visa o lucro? "Passei a ocupar meus dias pensando sobre o que, afinal, é isso que todo mundo enche a boca pra chamar de amor" (Martha Medeiros). 
Claudeko
Enviado por Claudeko em 29/04/2012
Reeditado em 08/09/2012
Código do texto: T3639363
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários


Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (autoria de Claudeci Ferreira de Andrade,http://claudeko-claudeko.blogspot.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Postar um comentário