"Torna-te aquilo que és." (Friedrich Nietzsche)

"Não existem más influências, existem pessoas sem personalidade própria." (Demi Lovato)

Pesquisar neste blog ou na Web

MINHAS PÉROLAS

sábado, 13 de abril de 2013

O EQUÍVOCO DA FÉ (Onde está a eficácia da fé se é possível abusar dela?)



CrÔnica

O EQUÍVOCO DA FÉ (Onde está a eficácia da fé se é possível abusar dela?)

Por Claudeci Ferreira de Andrade


                   Você não precisa de fé para ser feliz, mas sim, de evidência. Temos que seguir as evidências. A fé não existe por si só, um substantivo abstrato ou simplesmente adjetivo; as evidências sim têm vida própria! Estas fluem de fora para dentro, aquela, de dentro para fora. "No princípio era o verbo"...: ação, fenômeno e estado. A fé não move montanha, felizmente a montanha move a fé. Por que você não manda que esse morro saia dali? Ah! Ele não vai sair, iria contra os princípios de Deus?! E ninguém o tirará de lá, senão por outros mecanismos materiais. Só Deus o removeria de lá milagrosamente, contudo sem o apelo ou oração de quem quer que seja. Primeiro vem a evidência depois a fé. É pelo o inverso disso, que os hospícios estão cheios de pessoas fervorosas no impossível, porém, estas não realizam nada. — "Fé é crer no impossível". – assim me disse um crente. Eu o taxei de equivocado duas vezes, primeiro por conceituar e descrever o Deus que precisa da sua fé para realizar alguma coisa a seu favor; depois, por me recomendar sua receita de fé: — "Peça a Deus que lhe dê mais fé". Cabem aqui as palavras de Blaise Pascal: Por que será que um coxo não nos irrita, e um espírito coxo nos irrita? Porque um coxo reconhece que andamos direito, enquanto um espírito coxo diz que somos nós que coxeamos; se assim não fosse, teríamos pena e não raiva. "Não é possível convencer um crente de coisa alguma, pois suas crenças não se baseiam em evidências; baseiam-se numa profunda necessidade de acreditar." - Carl Sagan.
           Como se fé fosse graduável e fosse a razão do sucesso nessa vida. Se essa fé, sobre a qual ensina a igreja, valesse alguma coisa, não existia ninguém doente, e todos nós seriamos ricos. Quem são os ganhadores das loterias? E quanto à fé...? Precisa-se de fé para adquirir mais fé? Paradoxal... Não... Sem fé é possível conseguir fé!
          Precisamos sim de uma fé em algo que existe, que é possível, a esse direcionamento eu o chamo de "crer com a razão", "comprovação". Nem sempre o imaginável é possível. E o imaginável que vem à tona não é porque a fé o trouxe, mas porque ações bem articuladas o trouxeram.  O exercício da fé sem o resultado desejado culpa cruelmente o pretendente, já frustrado, de: o sem fé, derrubando assim sua autoestima e o apego a Deus. É isso que sempre acontece!
          Onde está a eficácia da fé se é possível abusar dela? Eu me rejo pela vontade do sistema. Os crentes no impossível aceitam que um Deus universal criou a Si mesmo, mas não aceitam que o Universo gerou-se a si mesmo, crer nisso não é problema para mim. Um conjunto de leis naturais me organiza nessa vida, e eu apenas aceito de bom grado. Ou melhor, o milagre acontece mesmo sem eu permitir. Às vezes, desejo profundo e ativamente, não magicamente, o que estou precisando no momento e recebo, quando é bem conveniente a Deus. E Deus faz de mim o melhor que Lhe apraz. Bem disse a Bíblia que a fé sem as obras é morta (Tg 2:20). Que motivação você tem para realizar o impossível? Disse, com muita propriedade, José Ortega y Gasset: "É imoral pretender que uma coisa desejada se realize magicamente, simplesmente porque a desejamos. Só é moral o desejo acompanhado da severa vontade de prover os meios da sua execução".

Claudeko Ferreira
Enviado por Claudeko Ferreira em 26/10/2012
Reeditado em 13/04/2013
Código do texto: T3953366
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários


Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (autoria de Claudeci Ferreira de Andrade,http://claudeko-claudeko.blogspot.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Postar um comentário