"Lembrar é fácil para quem tem memória. Esquecer é difícil para quem tem coração." (W. Shakespeare)

"Se me esqueceres, só uma coisa, esquece-me bem devagarinho." (Mario Quintana)

Pesquisar neste blog ou na Web

MINHAS PÉROLAS

domingo, 1 de setembro de 2013

IRONICAMENTE, QUEM AMA PROTEGE (Cada um tem o seu papel nessa blindagem descomunal.)


Craõnica

IRONICAMENTE, QUEM AMA PROTEGE (Cada um tem o seu papel nessa blindagem descomunal.)

Por Claudeci Ferreira de Andrade

          Ironicamente, a função primordial dos bibliotecários das escolas públicas é proteger os livros dos alunos. Protegem o livro do desgaste e o aluno fica isento do hábito de ler! Antidesgastante mesmo é quando o aluno ganha seu livro didático e o devolve novinho no final do ano letivo.
           Ironicamente, a função primordial dos coordenadores pedagógicos é proteger os alunos dos professores. Disciplinam os professores pelos seus erros e orientam os alunos de forma a mantê-los invisíveis à inspeção: Assim perdura a zona de conforto para todo mundo.
           Ironicamente, a função primordial dos professores é proteger um aluno do outro, separar brigas. Se preparam um bom plano de aula, não conseguem executá-lo, gastam todo tempo, repreendendo alunos, e ainda não lhes sobra tempo para se prepararem nas artes marciais. Mas, como dizem: "violência gera violência"; nesse caso não, é em nome da paz.
           Ironicamente, a função primordial da gestora escolar é proteger a escola da comunidade. Roubam tudo, incendeiam os arquivos! Mas, as salas de aula superlotadas ainda não bastam! Assim, corroem a qualidade que eliminaria os vândalos.
           Ironicamente, a função primordial das zeladoras é proteger o chão limpo dos pés sujos. Porém, o que elas farão se ninguém entrar ali? Graças a sujeira da terra o sistema funciona bem. É como o pássaro que come pedra para excitar a sua moela funcionar bem. Ele não quer nutriente, apenas, que funcione.
           Ironicamente, a função primordial das merendeiras é proteger o lanche dos alunos. Não quer que eles desperdicem-no, então praticam um cardápio que só come quem tem muita fome, mesmo! Assim a verba cobre a cota do dia sem maiores problemas, afinal, o lanche na escola não é para o prazer da gula, é básico.
           Ironicamente, a função primordial dos alunos é proteger os seus direitos de seus deveres. Assim usufruem de todos os benefícios sem pagar nada.
           Achei minha função primordial como cronista da escola, é proteger meus leitores da pureza e da inocência. Por isso, divulgo o que está dando errado ao meu redor para inclui-los na turba dos justiceiros sociais. TALVEZ AJUDE ALGUÉM, SENÃO, PELO MENOS, PARA DIZER COMO NÃO FAZER, COMO NÃO SER E COMO NÃO APRENDER. AFINAL, NINGUÉM PODE IMPEDIR QUE EU CONTE O QUE ACONTECEU COMIGO, APENAS TENHA CUIDADO PARA NÃO TROPEÇAR NAS COVAS PROFUNDAS DE MINHAS "PISADAS". Ou, AINDA, apenas para fazer distinção entre o bem e o mal.
          Sobretudo, a função primordial da vida é proteger-se da morte e não consegue, tudo morre! Porque tudo na vida é problema. A educação é só mais um grande problema a ser resolvido.

         Cada um tem o seu papel, por tempo limitado, nessa blindagem descomunal.
Claudeko Ferreira
Enviado por Claudeko Ferreira em 14/03/2013
Reeditado em 01/09/2013
Código do texto: T4188519
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (autoria de Claudeci Ferreira de Andrade,http://claudeko-claudeko.blogspot.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Postar um comentário