"Não é o significado da vida, mas o sentido dela." (May Iakulo)

"Que eu não aprenda o significado da vida, no ultimo minuto do segundo tempo." (Day Anne)

Pesquisar neste blog ou na Web

MINHAS PÉROLAS

sábado, 5 de novembro de 2011

UMA ANTÍTESE DA EDUCAÇÃO (Ensino Religioso: E os alunos querem ensinar o professor!)


Crônica

UMA ANTÍTESE DA EDUCAÇÃO (Ensino Religioso: E os alunos querem ensinar o professor!)

Por Claudeci Ferreira de Andrade

           Os professores ganham pouco porque são muitos. Qualquer um serve! Nisso o apagão na educação favoreceria os raros. Os muitos tentam ganhar no grito, mas os outros poucos, pelo trabalho competente e qualificado. Quem só ganha no grito também só tem uma competência: gritar, e ainda nem sabe que não tem voz. Disse, nesse sentido, o Edvan Antunes: "Quanto mais ignorante é a pessoa, mais alta é a sua voz".
           Eu também não sei o porquê de todos terem curso superior no Brasil. Isso é uma hipérbole, mas diluiu-se a credencial. Os advogados reprovados no exame da OAB tornam-se igualmente professores do Ensino Médio, ministrando uma matéria qualquer. Alguém tem que criar urgentemente a "Ordem dos Professores do Brasil" assim como existe a OAB, visando a qualidade do profissional da Educação.
           Mas, não são só os fracassados em sua primeira profissão, como diz FHC (Ex-presidente Fernando Henrique Cardoso), que caem na educação para lecionar Ensino Religioso, ou Filosofia, ou inglês, porém o sistema está inchado de licenciados em pedagogia, lecionando as "sobras" do Ensino Médio. Seria produtivo um professor desses fazer, no final de cada bimestre, 30 diários de classe? E quanto a seus planos de aula digitados minunciosamente no SIAP? Quando se ganha coerentemente pelo o produzido, é-se mais feliz, e o dinheiro rende mais! Porque somos abençoados!
           Por falar em Ensino Religioso na escola, ao meu ver tanto faz, ou melhor, se eliminarem essa disciplina da matriz curricular, fariam bem, pois só serve mesmo como complemento de carga horária de professores que nem religiosos são. E os alunos pagadores de religioso, lá fora, em sua maioria não respeitam minha aula quando lhes ensino das crenças do meu conhecimento. Portanto, se se tirar as inutilidades da escola, muita gente ficará desempregada! Por falar nisso, aonde foram os funcionários das 40 subsecretarias da educação desativadas pelo o Governo de Goiás em 2017? Então se um teólogo lecionar as aulas de religião, não pode, pois o estado é laico. Ninguém pode pregar sua crença num espaço onde se tem muitas credos. Todavia, os alunos religiosos querem ensinar a Bíblia ao professor! Desta forma disse Edvan Antunes em sua coluna, Para-choque, no DM: "O ser humano é o único animal que pede respeito desrespeitando os outros".
Claudeko
Enviado por Claudeko em 25/10/2011
Reeditado em 05/11/2011
Código do texto: T3296986


Comentários


Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (autoria de Claudeci Ferreira de Andrade,http://claudeko-claudeko.blogspot.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Postar um comentário