"O tempo é um ponto de vista. Velho é quem é um dia mais velho que a gente..." (Mario Quintana)

"Todos desejam viver muito tempo, mas ninguém quer ser velho." (Jonathan Swift)

Pesquisar neste blog ou na Web

MINHAS PÉROLAS

sábado, 19 de novembro de 2011

A CARA DENUNCIA O CORAÇÃO (Mostra-me com quem andas, que direi quem tu és)

A CARA DENUNCIA O CORAÇÃO (Mostra-me com quem andas, que direi quem tu és)

Por Claudeci Ferreira de Andrade

          A fisionomia das pessoas é compatível com os seus sentimentos, é possível prever o comportamento de uma pessoa, testando outra que se parece muito com ela e vive exatamente nas mesmas circunstâncias. Os gêmeos são parecidos mentalmente, pois usam os mesmos argumentos para se protegerem! Senão o meio não seria tão determinista no moldar o homem. Se a experiência é a mesma, os iguais se protegem no mesmo contexto. É fácil saber quem é marido e mulher, de trinta anos de casados, em uma reunião de parentes, os gostos os denunciam. E você vai ainda insistir em afirmar que quem vê cara não vê coração! Eu prefiro crer que a boca fala do que o coração está cheio.
           Assim, ter o mesmo nome contribui para se ter semelhantes traços de caráter. E você sabe o significado de seu nome e conhece outras pessoas que têm o nome igual ao seu? Quem é você e quem são elas? Toda Juliana é aquela que pertence a Júlio e aos seus pecados.
            começa o ano letivo, os  bons alunos têm semelhantes aspectos físicos e psicológicos, são muito parecidos, nomes parecidos, esses se comportam, em sala, mais ou menos parecidos. É incrível quando chega um aluno novato por volta do segundo bimestre, quando as turmas já estão formadas, ele se imana exatamente com os de mesma índole, então tudo se parece: comportamento, respeito, objetivos. Portanto, assim fica fácil de distingui-lo, pois já conhecemos o grupo que o convidou, os iguais se protegem mesmo! Não é à toa que o dito popular tem validade: "Mostra-me com quem andas que direi quem tu és". 
           Os pais de alunos mal-educados, por via das regras, são "barraqueiros". Tenho uma aluna que só fala gritando, furadeira de fila, sempre briga para repetir o lanche, denuncia todo mundo, quer ter razão em tudo pela força, 
"puxa o saco" dos professores, joga um contra os outros, é desalinhada em tudo. Neguei dar-lhe uma prova porque faltou no dia marcado, então a mãe veio à escola, foi à minha sala e entrou sem pedir licença, e me ameaçou de meter a mão em minha cara. Sem conhecer seu coração, sua cara me profetizava um comportamento agressivo. Para quem souber ler, um risco é palavra: é a fiel linguagem corporal. O analfabetismo sustenta a escola, por isso ela não tem interesse para erradicá-lo. 
Claudeko
Enviado por Claudeko em 30/10/2011
Reeditado em 16/11/2011
Código do texto: T3307366

Comentários


Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (autoria de Claudeci Ferreira de Andrade,http://claudeko-claudeko.blogspot.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Postar um comentário