"A sabedoria e a exclusão andam juntas. Quanto mais você sabe, mais excluído você é." (Igor Chiesse)

"Você pode sobreviver, mas sobrevivência não é vida." (Osho)

Pesquisar neste blog ou na Web

MINHAS PÉROLAS

sábado, 31 de maio de 2014

PERSEVERANÇA É ASSIM ("Vai ou racha")



Crônica

PERSEVERANÇA É ASSIM ("Vai ou racha")

Por Claudeci Ferreira de Andrade

           A água sempre supera os seus obstáculos, contornando-os. Às vezes, demora um pouco, outras nem tanto. Portanto, quando alguém lhe ofender, ou frustrar, ou tentando bloquear seu caminho, contorne-o, mas antes faça uma pressãozinha, testando o oponente, e também para achar o caminho mais fácil.
           Nas minhas buscas através da internet, deparei-me  com uma notícia insólita: "Os alunos aproveitam o recreio, trancam os professores e vandalizam em escola". {http://g1.globo.com/minas-gerais/triangulo-mineiro/noticia/2014/03/alunos-aproveitam-o-recreio-trancam-professores-e-vandalizam-em-escola.html} (acessado em 07/06/2017). 
           Eu fiquei feliz, não porque não estava lá, isso parece sadismo, mas pensei no pior, e agradeci a Deus por que não espancaram os professores. Contudo, dura é a certeza que vai piorar a situação para os professores perseverantes. Um colega arriscando uma rima diz: "Escola que é prisão tem rebelião". Nesse caso, preferível seria que, os professores fossem expulsos da escola pelos alunos do que servirem de substitutos para o patrimônio público: Objeto direto de vingança deles.
           Minha sugestão é essa que a escola pública seja melhor, tornando-se excludente, mais seletiva, tirando os restolhos do alunado (os que não querem estudar) e do professorado ( os que não querem ensinar). Pois, só aprende quem quer aprender, e os papadores de bolsas e bônus do governo continuem depredando o sistema de fora para dentro e não mais de dentro para fora. Já que a verdadeira democracia não é prática da escola, que se ensine o quê dos pedagogos oficiais, da forma que eles querem, não de acordo demanda a realidade local. E que ainda as virtudes fossem a prioridade da educação! Mesmo sabendo que  obediência forçada não é virtude.
           Embora esteja sendo difícil levar, mas graças aos professores "teimosos" e "insistentes" ( para não desvirtuar também a palavra perseverante),  o sistema está funcionando, embora aos trancos e barrancos. Vamos assim mesmo, e coitados de nós!  

Claudeko Ferreira
Enviado por Claudeko Ferreira em 09/03/2014
Reeditado em 31/05/2014
Código do texto: T4722199
Classificação de conteúdo: seguro
Comentários

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (autoria de Claudeci Ferreira de Andrade,http://claudeko-claudeko.blogspot.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Postar um comentário