"O tempo é um ponto de vista. Velho é quem é um dia mais velho que a gente..." (Mario Quintana)

"Todos desejam viver muito tempo, mas ninguém quer ser velho." (Jonathan Swift)

Pesquisar neste blog ou na Web

MINHAS PÉROLAS

sábado, 18 de maio de 2013

QUAL É O OBJETIVO PRIMORDIAL DA ESCOLA? (Os coitados aprenderam muito bem a lição do "pão e circo")



Crônica

QUAL É O OBJETIVO PRIMORDIAL DA ESCOLA? (Os coitados aprenderam muito bem a lição do "pão e circo")

Por Claudeci Ferreira de Andrade

          Havia terminado uma correção de atividade do livro didático; interpretação do texto:"Hora de Brincar!" (Cathia Abreu). E eu tinha pedido aos meus alunos que fizessem um texto, o enunciado estava detalhado no quadro, bem exposto, dizia para entregarem-no na aula seguinte, na verdade, pedia para eles contarem suas experiências de criança, seus envolvimentos com os brinquedos antigos e modernos. Então restavam dez minutos para terminar aquela aula, por isso aproveitei para ouvir umas piadas que o "comediante" da classe a tempo queria me contar, juntaram-se alguns outros ao derredor de minha mesa, enquanto isso, dois indisciplinados se pegavam em luta corporal na sala, que perturbavam o pedaço da "não aula". Chamei a atenção dos desavisados e o mais afoito deles me respondeu com um tom atrevido: — "você devia estar explicando matéria e não conversando com os alunos". Desse mesmo aluno senti repugnância, nos minutos anteriores, quando eu explicava sobre os benefícios e malefícios dos brinquedos eletrônicos, ele me perturbava com um comportamento muito comum de quem carece de atenção. Ele não queria explicação alguma! Queria uma vítima! Como aquele 7º ano "A" era muito barulhento, eu focava, para direcionar minhas explicações, perguntas e observações, sempre naquele que estava prestando atenção, como se eu estivesse dando aula só para esse, assim não perdia minha concentração, então quando o agressivo ("o perturbador de Israel") percebia, corria lá e incomodava o aluno que se esforçava para me ouvir. Então eu me dirigia para outro, e ele vinha para esse outro e pedia uma borracha emprestado só para incluí-lo em seu raio de atuação maligna.
          Os coitados aprenderam muito bem a lição do "pão e circo", agora só comem e zombam do sistema. Ah! E aproveitam ao retornar do lanche, e trazem uma cigarra à classe para assustar as meninas, o corre-corre é tremendo, pobre inseto professor que implora a ouvidos surdos e corações insensíveis, certamento dará a vida para o prazer de alguns. O ZiZiZiZiZiZá ZiZiZáZáZáZá aqui não é para anunciar a chegada do verão, e nunca mais o fará, mas de dor e vergonha.  Assim, mantêm a fama de assustadores, o pior é que conseguem, eu também tenho medo deles, porém todo mundo os defende, e eles percebem; sempre me ameaçam em trazer a mãe e fazer abaixo-assinado para me tirar da escola, e por isso fazem graça, palhaçada livremente, eles têm sede de um público cativo e conivente que substitua  seus familiares, aqueles que deviam aplaudi-los, e incentivá-los, e cuidar deles como devem. Ninguém sabe mais qual é o objetivo primordial da escola.
Claudeko Ferreira
Enviado por Claudeko Ferreira em 23/11/2012
Reeditado em 18/05/2013
Código do texto: T4000491
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários


Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (autoria de Claudeci Ferreira de Andrade,http://claudeko-claudeko.blogspot.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Postar um comentário