"A incoerência alheia, é um dardo certeiro nas certezas e vontades que carrego." (Camila Custodio)

"A incoerência é o sentido do homem" (Marcos Neves Monteiro)

Pesquisar neste blog ou na Web

MINHAS PÉROLAS

domingo, 3 de dezembro de 2017

CONFRATERNIZAÇÃO versus FUNERAL ("Civilização é, antes de mais nada, vontade de convivência." — José Ortega y Gasset)


Crônica

CONFRATERNIZAÇÃO versus FUNERAL ("Civilização é, antes de mais nada, vontade de convivência." — José Ortega y Gasset)

Por Claudeci Ferreira de Andrade

            Por volta de Dezembro, precisamente no final do quarto bimestre, na escola, fazem-nos uma festa de despedida. Então, mas não gosto dessas confraternizações de professores. Como sempre, sou um tanto intransigente com as pessoas que fazem parte de meu relacionamento. Na verdade, eu não gosto mesmo é do que elas gostam: comer carne, beber cerveja, ouvir música de corno alta e das "vaquinhas", isto é, ter de levar carne para o churrasco, jamais! Conviver com as pessoas é uma arte que poucos sabem usar, e eu também não sei... Não é minha intensão exigir carinho e compreensão das pessoas, quero todas perto de mim do jeito que são. E peço apenas que me respeite do jeito que sou. Na verdade, sempre sou eu quem tende a se desestabilizar diante de pressões externas como essas, portanto faço o possível para melhor socialização sem demonstrar cara feia. 
           Apesar de tudo, olhando outros aspectos, já participei de muitos momentos festivos na escola, estou treinado, pois me parece um momento ideal para estar ali com meus colegas de trabalho, fora da hora de aula, contando histórias do passado, mexendo com nossas lembranças, tocando o coração e a alma uns dos outros. Temos de fazer valer o desperdiço de tempo, o jogo de bilhar e todas as fotografias, enfim o almoço. Tem essa vantagem! Mas, insistem os negativos, surge um momento em que as afinidades ficam evidentes no tereno das amizades, embora sirvam para formar as panelinhas.
            Correndo os riscos já apontados, ainda temos de considerar o que diz em Ecl. 7:2: "Mais vale ir a uma casa em luto do que ir a uma casa em festa, porquanto este é o fim de todo ser humano; e desde modo, os vivos terão uma grande oportunidade para refletir." Por isso me recuso a ficar um pouco mais extrovertido e cheio de emoções desequilibradas e é exatamente isso que me acontece nesses eventos de bebedeira e algazarra, onde sou incentivado a caminhar e cantar, perdendo o rebolado! É que o meu anjo farrista me guia em busca do desregramento interior. E vai que eu encontre lá um Chefe e autoridades que talvez me surpreendam com atitudes provocativas. Alunos que pressionam e explodem: quem pode aguentar isso sem se rebelar? É melhor um funeral, contanto que não seja de mim mesmo!        
Kllawdessy Ferreira

Comentários

Enviado por Kllawdessy Ferreira em 03/11/2016

Reeditado em 03/12/2017

Código do texto: T5812212 

Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (autoria de Claudeci Ferreira de Andrade,http://claudeko-claudeko.blogspot.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Postar um comentário