"Se o doido persistisse na sua loucura tornar-se-ia sensato." (William Blake)

"O louco, o amoroso e o poeta estão recheados de imaginação." (William Shakespeare)

Pesquisar neste blog ou na Web

MINHAS PÉROLAS

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

AS VOZES DA CONSCIÊNCIA (Essa tagarela é que determina as nossas ações e reações)




PENSAMENTO

AS VOZES DA CONSCIÊNCIA (Essa tagarela é que determina as nossas ações e reações)

Por Claudeci Ferreira de Andrade

          Em se tratando de pecado e dor na consciência, a voz do Diabo, aquela do lado esquerdo, sempre foi, também, a voz de Deus,  opondo-se a voz da consciência que é cultural e totalmente humana. Do outro lado, fala ainda outro demônio da parte de Deus positivamente, não se opondo a nada, mas a consciência não escuta ninguém, só fala, porque ela tem voz própria. Por isso, sempre digo que sou o demônio de mim mesmo, ou melhor, o demônio mora em mim na forma de desejos, as coisas brotam no coração, mais forte do que os outros impulsos, com verborreias imperativas rompendo de dentro para fora! "[...] Pois o coração do homem determina o que ele fala". (Mt 12:34 BV). E diga se de passagem: um coração apaixonado!
          Será que os tribais não têm consciência quando, na tentativa de purificar a espécie, matam seus filhos fisicamente defeituosos? E os políticos brasileiros quando aumentam seu próprio salário...? Que "troço" é essa tal consciência que Deus não tem poder transformador sobre ela! Cada pessoa tem a sua, de conteúdo mutante como seja, mas essa tagarela  é que determinará a sua reação após a leitura deste meu texto.
          E a consciência dos mortos, onde está? Essa "caixa preta" de radiações perigosas, vai ser o pacote de vantagens ou desvantagens de um "infelizardo" qualquer, para cumprir missões inacabadas aqui na terra composta de outras consciências intragáveis! Agora creio mais piamente que só escutamos nossa consciência por que isso nos faz bem, e o  conforto do outro fica sempre em segundo plano. O mistério está em como se forma uma consciência coletiva, blindada como é! Que efeito terão as manifestações públicas, apelando à consciência dos bandidos em prol da paz? Vale de alguma coisa pedir ao estuprador para não me estuprar? Ou O que gritam as vítimas que ainda continuam vítimas?
Claudeko
Publicado no Recanto das Letras em 27/09/2009
Código do texto: T1834945

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (autoria de Claudeci Ferreira de Andrade,http://claudeko-claudeko.blogspot.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Comentários

Postar um comentário