"Lembrar é fácil para quem tem memória. Esquecer é difícil para quem tem coração." (W. Shakespeare)

"Se me esqueceres, só uma coisa, esquece-me bem devagarinho." (Mario Quintana)

Pesquisar neste blog ou na Web

MINHAS PÉROLAS

domingo, 11 de outubro de 2009

DEUS SE ESQUECE DE QUEM NÃO SE LEMBRA (Feliz natal e próspero ano novo)




Crônica Filosófica

DEUS SE ESQUECE DE QUEM NÃO SE LEMBRA (Feliz natal e próspero ano novo)


Por Claudeci Ferreira de Andrade

          O perigo do homem está em perfeita harmonia consigo mesmo e em plena felicidade à vista dos outros é que Deus pode e deve se esquecer dele. Na verdade, o homem é quem se esquece de Deus, ficando anestesiado demais, de tanto prazer, para não perceber a razão maior de sua existência e da presença de Deus em sua vida; esta manifestação bastante solicitada em meio ao sofrimento. Na bonança, Deus já não é mais obrigado a fazer sentido na vida dos fanfarrões, não é que Deus se esquece de ninguém, ratifico, apenas deixa de fazer sentido na vida dos abastados que não precisam de nada, pelo menos assim pensam. Afinal, o homem não pode ficar sem sofrimento, pois que aliviado gera necessariamente o sentimento de gratidão, senão, Deus se esquece dele. Aliás, ninguém lembra que precisa respirar até que lhe doam os pulmões. É o grito por alívio do sofredor que ativa a lembrança de Deus. Se lhe incomodam as perdas e sofrimento, então que crie você mesmo seu salvador e implora por ele. "Deus sussurra a nós na saúde e prosperidade, mas, sendo maus ouvintes, deixamos de ouvir a voz de Deus. Então Ele gira o botão do amplificador por meio do sofrimento. Aí então ouvimos o ribombar de Sua voz." (C.S. Lewis).
          Os que estão bem e devotados com um espirito de gratidão, estes sim, são escolhidos para ajudar no alívio de muitos. E o mundo não está salvo por que esses se esquecem de sua missão. E se tornam apenas fanfarrões, glutões destinados ao sofrimento ou precisados do bem. Chega de assar carne, beber cerveja e discursar sobre a preservação dos animais, esquecendo de si mesmo, para esquecer-se do sofrimento.

Claudeko
Publicado no Recanto das Letras em 11/10/2009
Código do texto: T1860624

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (autoria de Claudeci Ferreira de Andrade,http://claudeko-claudeko.blogspot.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Comentários


Postar um comentário