"Não é o significado da vida, mas o sentido dela." (May Iakulo)

"Que eu não aprenda o significado da vida, no ultimo minuto do segundo tempo." (Day Anne)

Pesquisar neste blog ou na Web

MINHAS PÉROLAS

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

CONQUISTA(DOR) ("Este mundo de promessas falsas asfixia")



Crônica Filosófica

CONQUISTA(DOR) ("Este mundo de promessas falsas asfixia")

Por Claudeci Ferreira de Andrade

          Quem faz tantas promessas alimenta a esperança e faz de nós débeis infantis: Meu pobre coração já não aguenta mais tanta ilusão! Por que eu haveria de acreditar em você que me dará tudo no amanhã, se ele não nos pertence?
            Por essa época de eleição, é próprio de candidato irresponsável prometer tudo ao seu eleitor em potencial e sem desejo algum de cumprir.  O pai, por sua vez, também promete ao filho, sem nenhuma intenção de cumprir, uma bicicleta para ele passar de série. E domará a criança, terá com certeza a submissão dela do tamanho que for a evidência da promessa. Mas, diz a Bíblia, Eclesiastes cap. 5: 4 Quando fizeres algum voto ou promessa, cumpre-os sem demora, pois somente os tolos desagradam a Deus. Cumpre, pois a tua palavra! 5 Portanto, é melhor não prometer do que fazer um voto e não cumprir a palavra empenhada. 6 Não permitas, pois, que tua boca te conduza ao pecado. E não digas ao sacerdote, ao mensageiro de Deus: “Cometi um engano! O que prometi em meu voto não foi bem o que eu queria dizer!” Ora, por que irritar a Deus com o que dizes e levá-lo a destruir tudo quanto construíste mediante teu trabalho?…
           Muitas promessas são como o vento, vazias, se vão sem serem cumpridas, mas não ficam sem punição os irresponsáveis com nossa esperança, colhem tempestades. Sinceramente, prefiro parecer fraco não prometendo nada, que estragar a surpresa da realização efetiva e inédita. Eu não acredito mais em promessa alguma, esta é a doença psicológica que me impuseram. Às vezes, o coração acaba reclamando em desespero, agora acho melhor que não nos criem expectativas, é questão de bom senso. E se o bom-senso está raro, para que esperar o que me prometem? É como disse, Jussara Barbosa: "Este mundo de promessas falsas asfixia. Promessas de areia cansam. Por que você fica olhando um horizonte de um amanhã que nunca chega? Dói por que envolve frustrações. Asfixia porque a esperança do comprimento das promessas torna-se o oxigênio de seus sonhos. Será que sentir esta dor é ser fraco? Acredito que não, é ser humano." 
           Fracos são os que recorrem a este demoníaco subterfúgio para ganhar prestígio momentâneo.  ESPERANÇA VAZIA É... anestesia de otário!
Claudeko
Publicado no Recanto das Letras em 23/07/2009
Código do texto: T1714587

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (autoria de Claudeci Ferreira de Andrade,http://claudeko-claudeko.blogspot.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Comentários

Postar um comentário